F-35A Lightning II da USAF

A Lockheed Martin já retomou as entregas do F-35 em um regime normal, após um período no qual foi a entrega de caças Lockheed Martin F-35 foi suspensa.

A suspensão ocorreu devido a um impasse na manutenção de 100 a 200 caças, onde o Governo Americano sugeriu que deveria ser realizada pela Lockheed Martin. Um acordo foi fechado, mas quem será o pagador não foi informado.

Lockheed Martin F-35A USAF/Foto: André Magalhães-Aeroflap

Segundo fontes ligadas ao Departamento de Defesa dos EUA, desde 11 de março houve um corte nas entregas do novo caça da USAF, sendo divulgada tal informação no mês seguinte a parada, em abril.

O empasse criado foi praticamente culpa da Lockheed Martin, visto que a empresa não aplicou nas aeronaves uma espécie de prime para prevenir a corrosão, criando um problema a ser resolvido posteriormente e não previsto no plano de manutenção do F-35.

A Lockheed ainda espera entregar 91 caças F-35A neste ano, como prometido no final de 2017.

DEIXE UMA RESPOSTA