Lufthansa retira de imediato da sua frota 11 aviões Airbus A380 e Boeing 747

Boeing 747-400. Foto - Ingrid Friedl/Lufthansa 060124_747VX_01

O Conselho Executivo da Deutsche Lufthansa AG aprovou um segundo conjunto de medidas como parte de seu programa geral de reestruturação após a crise do coronavírus.

Com o primeiro conjunto de medidas lançado no início de abril, foi decidido, entre outras coisas, reduzir a frota em 100 aeronaves e não retomar as operações de voo da Germanwings.

E na nova decisão da Lufthansa, a companhia está excluindo da sua frota 11 aviões dos modelos Airbus A380 e Boeing 747. A aposentadoria desses aviões já era esperada, pela menor demanda de voos internacionais, e menor eficiência dessas aeronaves.

Somente na Lufthansa, 22 aeronaves já foram desativadas antes do previsto, incluindo 6 aeronaves Airbus A380, 11 Airbus A320 e 5 aeronaves Boeing 747-400.

A380 da Lufthansa taxiando no aeroporto de Leipzige. Foto –

Ainda há um planejamento da companhia para aposentar até 2023 os seus aviões do modelo Airbus A340.

O planejamento financeiro até 2023 prevê a aceitação de no máximo 80 novas aeronaves nas frotas das transportadoras do Grupo Lufthansa. Isso reduzirá o volume de investimentos para novas aeronaves pela metade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA