Stratolaunch maior avião
Foto: Stratolaunch/Divulgação

O Stratolaunch realizou outro voo de teste nesta quinta-feira (16) com 3 horas e 1 minuto de duração, sobrevoando o deserto de Mojave.

O gigante avião expandiu seu envelope de voo neste 7º teste, e atingiu uma altitude de 27.000 pés (8.200 metros), um novo recorde de altitude para a aeronave. 

Os projetistas do avião também aproveitaram para realizar testes com o novo suporte central, que será utilizado futuramente para acoplar foguetes de pequeno porte. O sistema de trem de pouso também esteve no foco dos testes.

“O voo de hoje é uma história de sucesso da capacidade da equipe Stratolaunch de aumentar o ritmo operacional para o ritmo desejado por nossos clientes para realizar testes de voo hipersônicos frequentes”, disse o Dr. Zachary Krevor, CEO e presidente da Stratolaunch. “Além disso, a equipe atingiu um novo recorde de altitude de 27.000 pés, demonstrando assim o desempenho da aeronave necessário para que nosso veículo hipersônico Talon atinja sua ampla gama de condições hipersônicas”.

Veja abaixo os vídeos com decolagem e pouso deste avião de seis motores, durante o 7º teste:

 

Capacidade do Stratolaunch

Apesar da sua baixa autonomia, o Stratolaunch tem capacidade para receber até 250 mil kg de carga, esta deverá estar situada entre as duas cabines de tripulantes, na asa do meio.

A autonomia é bem pequena, mas suficiente para realizar essa missão e retornar para a base com sobras, no total esse avião só pode voar por até 2200 km com carga máxima.

Esta é a aeronave com maior asa já construída na história. Na propulsão esse avião conta com seis motores Pratt & Whitney PW4056, que equipam o Boeing 747 e disponibilizam até 63300 lbf cada.

Ao todo o Stratolaunch tem seis tanques de combustível, 117 metros de asa (mais do que um Antonov An-225), vazio pesa cerca de 226 mil quilos e pode pesar quase 350 mil quando com os tanques cheios de combustível. São 24 pneus e rodas nos trens de pouso principal, mais 4 no trens de pouso do nariz.