GOL

A GOL Linhas Aéreas anuncia sua malha aérea para a alta temporada de verão no Brasil e no exterior, entre os meses de dezembro de 2021 e janeiro de 2022. São, em média, 700 decolagens diárias, um acréscimo de 6 mil novas operações.

Em comparação com novembro de 2021, houve um incremento de 60% na oferta da GOL para estes dois meses, que, tradicionalmente, apresentam demanda mais acentuada por viagens de lazer.

Frente à pré-pandemia (janeiro de 2020), as operações da alta temporada 2021/2022 alcançam uma recuperação de 95% da oferta doméstica da Companhia. Os 700 voos diários representam, ainda, um aumento da disponibilização de decolagens de 60% em mercados não regionais (de capitais para capitais) e 60% em mercados regionais.

Em dezembro e janeiro, a GOL retoma operações em bases nacionais e internacionais atendidas anteriormente e lança novos destinos. No dia 19/12/21, retornam os voos para Buenos Aires – com pouso no Aeroparque (AEP), o aeroporto central da capital portenha -, e, em 9/01/22, as decolagens de Belém (BEL) para Paramaribo (PBM), capital do Suriname.

Em território brasileiro, já no dia 2/12/21 a Companhia passa a operar uma rota inédita, Congonhas (CGH)-Bonito (BYO), facilitando o acesso de todo o País ao paraíso do ecoturismo e turismo de natureza do Mato Grosso do Sul.

Em 17/01/22, é a vez de a GOL estrear voos diretos entre Pelotas (PET) e o aeroporto internacional de São Paulo/Guarulhos (GRU), estabelecendo a ligação do interior gaúcho com o Brasil e o mundo, dada a relevância do hub na capital paulista.

Já a partir de 25/12/21, Guarulhos passa a se conectar com o destino sazonal de Cabo Frio (CFB), no litoral fluminense.

 

Alta temporada: destaques por hubs

São Paulo (Congonhas-CGH e Guarulhos-GRU): acréscimo de 1.500 voos saindo da capital paulista, um aumento de 50% na oferta da GOL. Em Congonhas, há a inclusão de 5 novos mercados – Aracaju (AJU), Bonito (BYO), Cuiabá (CGB), Caldas Novas (CLV), Foz do Iguaçu (IGU) e Ilhéus (IOS) – e maior disponibilização de assentos para Porto Seguro (303%), Salvador (117%), Maceió (174%) e Natal (157%). Em Guarulhos, a GOL ultrapassa as 100 decolagens diárias, um crescimento de 29%, resultado da inclusão de novos mercados domésticos – Cabo Frio e Pelotas – e um novo mercado internacional, Buenos Aires (AEP). Além disso, há aumento das operações com destino a Belém (121%), Manaus (138%) e Natal (63%).

Rio de Janeiro (RIOgaleão-GIG e Santos Dumont-SDU): crescimento de 63% na oferta de voos pela Companhia. O RIOgaleão conta com a inclusão de 4 novos mercados – Ilhéus, Jericoacoara (JJD), Manaus (MAO) e Uberlândia (UDI), além do acréscimo de assentos, principalmente, para Curitiba (163%), Florianópolis (100%), Maceió (184%), Natal (120%), Navegantes (116%) e Foz do Iguaçu (107%). Já em Santos Dumont, os aumentos mais relevantes na oferta de assentos são para Salvador (243%) e Vitória (43%). Início de 3 novos mercados saindo de Santos Dumont: Confins (CNF), Curitiba (CWB) e Florianópolis (FLN).

Brasília (BSB): aumento em 24% nas operações com a inclusão de 4 novos mercados: Porto Seguro (BPS), Ilhéus, Jericoacoara e Santarém (STM). Dentre as ofertas domésticas, destaca-se o crescimento para as cidades de Florianópolis (264% em operações) e Goiânia (43% em assentos), Natal (78% em assentos) e Maceió (40% em operações). No internacional, há um incremento de 64% das saídas para Cancún (CUN), totalizando mais de 1.300 assentos.

Salvador (SSA): crescimento de 71% na oferta com a adição de 4 mercados: Belém (BEL), Campo Grande (CGR), Florianópolis e Jericoacoara. O fortalecimento deste hub de alta conectividade no Nordeste inclui aumentos relevantes para as regiões Sul e Sudeste: Porto Alegre (264%), Rio de Janeiro/SDU (207%), Belo Horizonte (200%), Campinas (107%) e Recife (107%). Durante o período, as decolagens sobem de 35 para 52 diárias.

Fortaleza (FOR): incremento de 66% no número de voos, devido à inclusão de 3 mercados – Cuiabá, Belo Horizonte e Goiânia – e ao aumento de assentos ofertados para Belém (91%), Congonhas (121%), Recife (174%) e Juazeiro do Norte (55%).

 

Alta temporada: destaques por região

Norte: com a inclusão de mais de 300 decolagens, a região consolida uma média de 10 partidas diárias e um crescimento de 44% da oferta. Inclusão de 7 novos mercados: Guarulhos-Palmas (PMW), RIOgaleão-Manaus, Carajás (CKS)-Marabá (MAB), Brasília-Santarém, Belém-Salvador, Belém-Paramaribo (PBM) e Belém-RIOgaleão. Aumentos, principalmente, nas rotas para Fortaleza (114%), entre a capital do Pará e Guarulhos (121%) e de Manaus para Santarém (159%).

Nordeste: acréscimo de 70 voos diários para a região, e a oferta cresce em 73%. Há a inclusão de 25 novos mercados: Porto Alegre-Recife, Maceió-Porto Alegre, Jericoacoara-Salvador, Goiânia-Maceió, RIOgaleão-Jericoacoara, RIOgaleão-Ilhéus, Fortaleza-Goiânia, Florianópolis-Salvador, Curitiba-Maceió, Confins-Recife, Confins-Natal, Confins-Maceió, Confins-Fortaleza, Guarulhos-Ilhéus, Cuiabá-Salvador, Cuiabá-Recife, Cuiabá-Maceió, Cuiabá-Fortaleza, Brasília-Jericoacoara, Porto Seguro-Ilhéus, Porto Seguro-Confins, Porto Seguro-Cuiabá, Porto Seguro-Brasília, Belém-Salvador e Aracaju-Congonhas. Os principais aumentos de oferta foram entre os mercados vindos de São Paulo (CGH), Rio de Janeiro (SDU), Porto Alegre e Curitiba.

Centro-Oeste: adição de 18 novos mercados, totalizando um acréscimo de 24 voos diários: Porto Seguro-Brasília, Porto Seguro-Cuiabá, Brasília-Ilhéus, Brasília-Jericoacoara, Brasília-Santarém, Bonito-Congonhas, Cuiabá-Congonhas, Cuiabá-Fortaleza, Cuiabá-Maceió, Cuiabá-Recife, Cuiabá-Salvador, Congonhas-Caldas Novas, Campo Grande-RIOgaleão, Florianópolis-Goiânia, Goiânia-Maceió, Goiânia-Palmas e Goiânia-Vitória. Há um crescimento mais elevado de voos entre os mercados de Brasília-Florianópolis (264%), Brasília-Goiânia (128%) e Congonhas-Campo Grande (126%).

Sudeste: crescimento de 55% na oferta e inclusão de 27 novos mercados: Buenos Aires/Aeroparque-RIOgaleão, Buenos Aires/Aeroparque-Guarulhos, Aracaju-Congonhas, Belém-RIOgaleão, Porto Seguro-Confins, Bonito-Congonhas, Cabo Frio-Guarulhos, Cuiabá-Guarulhos, Congonhas-Caldas Novas, Congonhas-Foz do Iguaçu, Congonhas-Ilhéus, Campo Grande-RIOgaleão, Confins-Florianópolis, Confins-Fortaleza, Confins-Maceió, Confins-Natal, Confins-Recife, Confins-Santos Dumont, Confins-Vitória, Curitiba-Santos Dumont, Florianópolis-Santos Dumont, RIOgaleão-Ilhéus, RIOgaleão-Jericoacoara, RIOgaleão-Manaus, RIOgaleão-Uberlândia, Guarulhos-Pelotas e Goiânia-Vitória. Aumentos pontuais são notados nos mercados de Santos Dumont-Salvador (241%), Guarulhos-Punta Cana (138%) e Guarulhos-Manaus (138%).

Sul: ofertas acrescidas em 62% e 11 novos mercados atendidos: Porto Alegre-Recife, Maceió-Porto Alegre, Guarulhos-Pelotas, Florianópolis-Salvador, Florianópolis-Santos Dumont, Florianópolis-Goiânia, Curitiba-Santos Dumont, Curitiba-Maceió, Confins-Florianópolis, Congonhas-Foz do Iguaçu e Buenos Aires/Aeroparque-Florianópolis. Aumentos para cidades importantes como Brasília (186%), Rio de Janeiro/RIOgaleão.

Nesse processo de retomada do turismo brasileiro e da volta gradual das viagens internacionais e corporativas, a Companhia se apoia na confiança de seus Clientes, Colaboradores e parceiros em seus rigorosos protocolos de Saúde e Segurança praticados a bordo e nos aeroportos onde mantém operações.

Os bilhetes para dezembro e janeiro já estão disponíveis e podem ser adquiridos no site da GOL, no aplicativo da Companhia, nas lojas GOL nos aeroportos, pelo telefone da Central de Relacionamento (0300 115 2121) e nas agências de viagem.

Para consultar toda a malha aérea da GOL, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA