Mecânico da American Airlines é acusado de traficar e esconder cocaína em avião da empresa

Um mecânico da American Airlines foi pego no Aeroporto Internacional de New York (JFK), e foi processado no tribunal dos EUA por participar de narcotráfico de cocaína e esconder um dos compartimentos externos de uma aeronave da empresa. Os agentes federais encontraram cerca de 25 libras de drogas em um dos compartimentos.

O ocorrido foi no dia 5 de fevereiro desse ano, depois que o voo AA1349 procedente de Montego Bay, na Jamaica, chegou ao JFK. Ao realizarem o procedimento padrão de revista e inspeção na aeronave, as autoridades encontraram as drogas e autuaram o suspeito.

A Agência de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) diz em comunicado que o pacote encontrado durante a pesquisa continha 11,6 kg de tijolos de cocaína. 

Quando saiu do compartimento da aeronave, o funcionário foi interceptado carregando uma bolsa de ferramentas vazia e vestindo uma jaqueta com recortes no forro. Combinados, isso daria a ele espaço suficiente para carregar as drogas.

O homem de 52 anos agora está sendo acusado de possuir cocaína com a intenção de distribuir, assim como importar cocaína. Se condenado, ele enfrenta uma sentença máxima de prisão perpétua.

“Na American, temos um compromisso inabalável com a segurança de nossos clientes e membros da equipe. Levamos esse assunto muito a sério e continuamos a cooperar com as autoridades durante toda a investigação”, disse a American em comunicado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA