Michael Collins Apollo 11

Faleceu nesta quarta-feira (28/04) o astronauta Michael Collins, que participou da histórica missão Apollo 11. De acordo com um comunicado da família, Michael faleceu aos 90 anos devido a um câncer.

Collins participou juntamente com outros dois astronautas da missão Apollo 11, ele era o piloto oficial da missão e não chegou a pisar na Lua.

“Nós lamentamos compartilhar que nosso amado pai e avô morreu hoje após uma valente batalha contra o câncer”, disse a família de Collins em nota.

Michael Collins descreveu sua participação na missão Apollo 11, como “numa epopéia sem igual na história da humanidade, nesta equipe venturosa eu era o terceiro de uma equipe de três homens, que não era o ator principal, mas sem o qual os atores principais não poderiam deixar o palco”.

Michael Collins Apollo 11

Collins foi pela primeira vez ao espaço em julho de 1966, na Gemini X, e fez outro marco histórico em na mesma missão ao realizar um Rendez-Vous entre duas espaçonaves, um requisito básico para a missão Apollo, que tinha o módulo de serviço e o lunar.

Seu desempenho nas missões espaciais influenciaram na escolha da NASA para um astronauta que colaborasse com a pilotagem do módulo de comando Columbia durante toda a missão.

Michael Collins Apollo 11
Foto tirada por Michael Collins do módulo lunar com a Lua e a Terra ao fundo.

Ele deixou sua carreira como astronauta logo depois da missão Apollo, mas continuou na Força Aérea dos Estados Unidos até 1982, quando se aposentou e montou logo depois uma empresa de consultoria.

Atualmente o único astronauta da missão Apollo vivo é Buzz Aldrin, com 91 anos. Neil Amstrong faleceu em 2012 aos 82 anos, ele foi o primeiro humano a pisar na Lua.

Os três astronautas da Apollo 11, com Collins ao centro.

A NASA lamentou em uma nota oficial a morte de Michael Collins, que deixou uma grande marca para a história da agência.