A Trans States Holdings (TSH), uma companhia aérea que atua no mercado de voos regionais nos EUA, solicitou o cancelamento de uma encomenda para 100 aviões Mitsubishi SpaceJet M90, poucos dias após a fabricante japonesa anunciar um novo atraso na certificação.

Apesar disso, a companhia optou por cancelar alegando que essa aeronave não será compatível com as cláusulas de escopo, que permitem o incentivo à aviação regional nos EUA.

A Mitsubishi declarou que planeja voltar a negociar com a TSH, agora envolvendo a versão M100, de menor tamanho, que pode levar até 88 passageiros a bordo.

“Quando estabelecemos nosso contrato com a TSH [em 2009], as perspectivas para o mercado regional eram muito diferentes. A cláusula de escopo não foi relaxada conforme o esperado”, disse o presidente da Mitsubishi Aircraft, Hisakazu Mizutani, em comunicado à imprensa.