SpaceX
SpaceX Falcon 9 - Foto: REUTERS/Joe Skipper

A NASA divulgou os astronautas que farão parte da segunda missão de voo operacional SpaceX Crew Dragon, que tem como objetivo ir até a Estação Espacial Internacional (ISS). O lançamento dos quatro astronautas selecionados deverá acontecer na primavera de 2021.

Essa missão terá a presença de dois astronautas estrangeiros, Akihiko Hoshide da Agência Espacial Japonesa JAXA e Thomas Pesquet da Agência Espacial Européia. Finalizando a tripulação tem o astronauta norte-americano, Shane Kimbrough, e sua compatriota, Megan McArthur, ambos da NASA.

Ambos os astronautas já foram em outras missões para o espaço, o que mostra a preocupação da NASA em selecionar astronautas mais veteranos para as missões. 

Foto/Divulgação: NASA

Contudo, haverá dois feitos antes dessa missão, o retorno de Bob Behnken e Doug Hurley em agosto, que foram lançados ao espaço em maio, e a primeira missão operacional tripulada da SpaceX Crew Dragon, prevista para setembro agora.

Com isso tudo acontecendo, os EUA voltam a ter sua própria independência no lançamento de seus astronautas, o que não era possível desde a aposentadoria dos Space Shuttles em 2011.

Desde aquele ano a NASA lança seus astronautas em parceira com a Roscosmos (Agência Espacial Russa). Os astronautas são lançados a partir do Cosmodrómo de Baikonur, Cazaquistão.

Espaçonave russa Soyuz

 

Contudo, esses lançamentos de astronautas norte-americanos ou de outras nações, não são grátis, segundo o site da CNN, o custo por assento é de US$ 90 milhões.


No entanto, ainda haverá lançamentos em parceira com os russos, o próximo está previsto para outubro desse ano, onde serão lançados dois cosmonautas russos e uma astronauta americana.

DEIXE UMA RESPOSTA