A Northrop Grumman Corporation lançou neste último domingo (13) com sucesso o Tactically Responsive Launch-2 (TacRL-2) em órbita para a Força Espacial dos EUA (USSF), usando o foguete Pegasus XL da empresa.

A carga foi lançada através do foguete Pegasus, desenvolvido pela Northrop para ser utilizado a partir de uma aeronave Lockheed L-1011, o famoso trimotor Tristar, mas rebatizado pela empresa de “Stargazer”.

O foguete tem três estágios, e é ‘soltado’ da barriga do avião a aproximadamente 40000 pés de altitude. Então ele é encaminhado para a órbita em poucos minutos utilizando a queima de combustível sólido.

O Pegasus lançou mais de 90 satélites para a órbita terrestre (LEO) baixa a partir de cinco locais de lançamento separados nos Estados Unidos, Europa e Ilhas Marshall.

Todo o processo de lançamento foi realizado em apenas quatro meses, desde a construção do foguete até a integração com o TacRL-2. Várias fabricantes, como a Orbital ATK, a Virgin e a Northrop estão apostando neste conceito de lançamentos a partir de aeronaves para diminuir o custo geral e o tamanho dos foguetes.

O projeto da Northrop é derivado da Orbital ATK, adquirida pela Northrop em 2017. A empresa já utilizava um Lockheed Tristar nos seus lançamentos. O avião de três motores é bastante raro no mercado, e poucos estão ativos neste momento.