Foto - Divulgação/GOL

Com um voo entre Brasília e Congonhas, em 15 de janeiro de 2001, a GOL iniciou as suas operações, e agora está completando os seus 19 anos de uma nova forma.

Bilhetes mais acessíveis, investimentos na indústria de aviação e aprimoramento de produtos e serviços resultaram em 489,3 milhões de passageiros transportados em 4,07 milhões de voos nestas quase duas décadas de existência.

Esta #NovaGOL é pautada pela evolução. Mais simples, humana e inteligente, decidiu repaginar seu guarda-roupa para adequar-se à essa filosofia e fazer jus ao lema “Ser a Primeira Para Todos”. Se a palavra estilo é geralmente atrelada ao indivíduo, como criar um padrão que represente a GOL e seu jeito de ser e fazer, bem como de seus Colaboradores?

O paulistano Alexandre Herchcovitch, estilista de reputação internacional, orquestrou a missão de traduzir tudo isso em novos uniformes, um processo colaborativo de criação que envolveu a participação direta de 150 Colaboradores e levou dois anos, de novembro de 2017 a novembro de 2019. 

Em conexão com esse comitê consultivo, Alexandre ouviu as reais necessidades de tripulantes, dos times de aeroportos e funcionários que atuam em manutenção, cargas e lojas. Ele visitou, ainda, oito bases nacionais e estrangeiras para conhecer in loco suas peculiaridades, inclusive na pista de pousos e decolagens – das características de Campo Grande (MS), que tem verões e invernos acentuados, a Quito, no Equador, com seu clima de altitude.

“Agradar uma pessoa com um vestido é fácil. Já para milhares de pessoas com a mesma roupa é um desafio complexo. O uniforme é um cartão de visitas, diz muito sobre quem você é e sobre a empresa. Me sinto em casa e confortável na GOL, por isso pensei uma roupa democrática, duradoura, contemporânea e atemporal, a cara da Companhia e seus Colaboradores”, afirma Alexandre Herchcovitch.

Foto – Divulgação/GOL

A diversidade está no topo da lista de prioridades. Dos 15 mil Colaboradores, 12 mil vão vestir os atuais uniformes, que se propõem a cobrir com conforto e funcionalidade todos os tipos de corpos, de pessoas de diferentes gêneros e idades.


Ao todo, foram concebidos 70 artigos, entre roupas, calçados e acessórios, como cintos e echarpes, totalizando mais de 334 mil peças, produzidas por 70 costureiros em São Paulo, Curitiba e João Pessoa. Em média, cada funcionário recebeu 17 itens para o dia a dia no trabalho.

Em relação à cartela cromática das vestimentas, para os que trabalham nas áreas externas, a força do laranja, cor-emblema da GOL, como forma de facilitar a identificação da empresa pelo Cliente; dentro das aeronaves, o predomínio e a discrição do preto, do cinza e do branco, com toques alaranjados, pois o passageiro já fez a sua escolha.

Camisas-bodies, que se mantêm dentro das saias, modernas jaquetas bomber, dégradés do laranja ao cinza em pulôveres e a mescla de algodão com elastano nos tecidos revelam criatividade, estilo e praticidade.

 

GOL em voo evolutivo

Com seu DNA inovador, a GOL se reinventou e evoluiu para democratizar a aviação no País. Quando fundada, em 2001, sua frota era de 13 aeronaves, número que saltou para 125 Boeing 737 nos dias atuais.

Para os 1134 funcionários daquele ano, hoje são 15 mil.

E os 17 destinos se transformaram em 76, no Brasil, América Latina, Caribe e Estados Unidos. Com um market share de 39,1% no mercado doméstico, a maior aérea brasileira se destaca como a melhor para viajar, trabalhar e investir. 

Em expansão regional, a empresa almeja avançar – por si e com a colaboração de parceiras – aos quatro cantos do Brasil, sem deixar de lado seu crescimento internacional. Só em 2019, foram inauguradas as bases de Araçatuba (SP), Cabo Frio (RJ), Cascavel (PR), Passo Fundo (RS), Sinop (MT) e Vitória da Conquista (BA), além das estrangeiras Cancún, Lima e Punta del Este.

O ano que passou também registra a marca de 100% da frota da Companhia com Wi-fi – é a primeira a instituir internet a bordo em todos os voos. E, pelo terceiro ano consecutivo, a GOL foi a mais lembrada em seu segmento no Top of Mind da Folha de S.Paulo.

Enquanto o programa de fidelidade Smiles segue como um dos mais respeitados do mercado, o programa VoeBiz, voltado às pequenas e médias empresas, apresentou crescimento de 50% em 2019, com mais de 13 mil cadastros, após um ano de adesão da Air France-KLM. Essa aliança estratégica já permite, há cinco anos, viagens integradas que contribuem para a presença global da GOL em 99 destinos.

Para mais informações sobre os 19 anos de história, acesse a linha do tempo da GOL: https://www.voegol.com.br/pt/a-gol/nossa-historia

DEIXE UMA RESPOSTA