A Latam Brasil encerrou hoje (26/10) a trajetória de quase seis anos do Airbus A350. Com apenas uma unidade do modelo na frota sendo o PR-XTD, a aeronave decolou de Guarulhos (GRU) por volta das 07:30 da manhã em direção ao Aeroporto de Victorville (VCV), localizado na Califórnia do Sul, nos Estados Unidos.

É possível acompanhar o voo de despedida do A350 pelo site Flightradar24 clicando aqui

Curiosamente, o aeroporto público de Victorville é conhecido por estocar aeronaves em desuso, além de servir como local para desmontagem para o mercado secundário de peças.

Continua depois do anúncio

O A350 de matrícula PR-XTD fez seu primeiro voo em agosto de 2016. A entrega para a LATAM Brasil aconteceu no mesmo mês, e alguns meses após estar na frota, foi arrendado para a Qatar Airways, que operou com este avião na configuração e pintura da LATAM.

De volta para a malha da companhia no final de 2017, a aeronave operou até meados de 2020, quando foi definitivamente estocada pela queda prolongada na demanda por voos internacionais. O último voo do PR-XTD transportando passageiros foi realizado em 20 de dezembro de 2020, de Londres (LHR) para o Aeroporto de Guarulhos.

Com o anúncio retirada do A350XWB da Latam Brasil em abril deste ano, o Grupo passou a concentrar as suas operações de longo curso exclusivamente com aeronaves da Boeing (767,777 e 787). Com isso, os chilenos decidiram por transferir quatro aeronaves do modelo 787 para a filial brasileira.

Continua depois do anúncio

O primeiro A350-900 chegou em 2015 na frota, ainda nas cores da TAM Brasil. Ao todo, a companhia operou na unidade brasileira com cerca de 13 aviões A350-900XWB diferentes ao longo dos últimos quase seis anos. Antes de anunciar a retirada da aeronave, 11 aviões estavam no Brasil, todos através de leasing.