Caça JF-17 da PAF com uma silhuetas de um Mig-21 abatido na fuselagem- Foto:Autor desconhecido

A tensão entre Índia e Paquistão envolvendo a região da Caxemira continua, desde o começo do ano as duas nações estão em conflito por causa deste antigo desentendimento do país.

As últimas informações provenientes do Paquistão ainda estão ligadas ao abate do dia 27 de fevereiro, que de fato aconteceu, segundo os paquistaneses.

Essa semana começou com informações vindas do Paquistão, que não foi apenas um MiG-21 Bison abatido, mas também um caça SU-30MKI, que teria sido abatido por um caça sino-paquistaneses JF-17.

Nessa semana foram divulgadas imagens de um caça JF-17 do Paquistão com silhuetas das aeronaves abatidas pintadas na fuselagem. Além disso, uma outra imagem mostra um piloto do Paquistão que usa em seu macacão de voo uma “bolacha” que mostra caças indianos abatidos. Ao lado do piloto da PAF, aparece um piloto turco.

Bolacha da PAF mostrando o abate de dois caças indianos, um MiG-21 e um SU-30 MKI.

Desde o dia 27 de fevereiro as tensões aumentaram, ocorrendo também respostas por parte da Índia, que teria abatido um drone do Paquistão no mês passado.

A Índia por outro lado não confirma o abate do caça SU-30MKI no dia 27, o que coloca em dúvida se realmente o caça indiano foi abatido. 

Vale ressaltar que a tensão entre os dois países se tornam mais preocupantes, pois ambas nações apresentam um poder bélico nuclear considerável. 


DEIXE UMA RESPOSTA