Passageiros do Aeroporto Internacional de Florianópolis serão testados para Covid-19

O Aeroporto Internacional de Florianópolis será o primeiro do Brasil a realizar testes de coronavírus em passageiros. A iniciativa é da Prefeitura de Florianópolis em parceria com a Floripa Airport, concessionária do aeroporto, e tem como foco testar os passageiros sintomáticos, que desembarcam no aeroporto. A testagem começa nesta quinta-feira (16/04).

Desde 21 de março, todas as pessoas que chegam no Aeroporto Internacional de Florianópolis passam por uma barreira sanitária, com aferição de temperatura e preenchimento de questionário sobre seu estado de saúde. Aqueles que apresentam sintomas para covid-19 são atendidos, avaliados e orientados a manter isolamento.

A partir desta semana, os passageiros sintomáticos serão também testados, no próprio aeroporto, para coronavírus. Na contramão do restante do país, que testa óbitos e pacientes graves, Florianópolis adota o modelo de testagem em massa, como foi feito em locais como Coreia do Sul, que tiveram bons resultados na luta contra a pandemia. O objetivo é identificar os novos casos, isolar e monitorar para evitar a transmissão e aumento de contaminação.

Os testes foram adquiridos pela Prefeitura de Florianópolis e serão feitos pela equipe da Vigilância Municipal de Saúde. A Floripa Airport irá fornecer toda a infraestrutura para os testes: ambulatório para atendimento e coleta de exame; frigobar para armazenagem dos testes e das coletas; e a cada testagem, a equipe de limpeza do aeroporto faz a desinfecção de todo o espaço utilizado.

“A Floripa Airport apoia integralmente a Prefeitura de Florianópolis nesta iniciativa. Toda a infraestrutura do aeroporto já está pronta para o início dos testes”, afirma Ricardo Gesse, diretor geral da Floripa Airport.

Atualmente, desembarcam no Aeroporto Internacional de Florianópolis cerca de 300 passageiros por dia.

A Floripa Airport, pertencente ao grupo suíço Zurich Airport, já adotou uma série de medidas de contenção do coronavírus dentro do aeroporto, como avisos sonoros disparados constantemente alertando sobre o distanciamento mínimo de 2 metros, proteção de acrílico nos balcões de check-in, álcool gel espalhado por todo o terminal e rotina de desinfecção do aeroporto com limpeza durante todo o dia de pontos de maior circulação e de contato de passageiro no aeroporto.


 

DEIXE UMA RESPOSTA