Virgin Atlantic Boeing 787 Laser
Foto: Simple Flying

Durante uma viagem no dia 15 de março, um Boeing 787-9 de matrícula G-VDIA da Virgin Atlantic cumpria o voo VS453 de Londres-Heathrow com destino final em Tel Aviv. Durante a decolagem na pista 27L no Aeroporto de Londres, um laser foi apontado para o avião e atingiu os olhos do comandante.

Inicialmente não houve problemas e a viagem seguiu. Ao sobrevoar Paris na França, com uma altitude de 41 mil pés, os pilotos decidiram retornar a Londres. A condição da visão do comandante havia piorado significativamente, com um dos olhos apenas enxergando naquele momento.

A tripulação declarou emergência e retornou a Londres cerca de 1 hora e 5 minutos depois de decolar. O Boeing 787 pousou na pista 27L e o Comandante seguiu para avaliação médica, o voo foi postergado para acontecer no dia seguinte com uma nova tripulação.

Há informações a confirmar de que o autor do disparo do laser foi preso. O voo aconteceu com outro Boeing 787-9 da Virgin Atlantic de matrícula G-VAHH e chegou em Tel Aviv com 12 horas de atraso ao voo original.

 

Fonte: The Aviation Herald