Foto por - Nicolas Economou/via Getty Images

O sindicato de pilotos do Reino Unido declarou o cancelamento de uma greve agendada para o dia 27 de setembro, como forma de permitir um período de reflexão e evitar que a disputa se agrave a ponto de causar “danos irreparáveis” à marca da British Airways (BA).

As ações industriais anteriores, que ocorreram de 9 a 10 de setembro, levaram ao cancelamento de quase todos os voos da BA e causaram perturbações significativas nos clientes.

Tendo “demonstrado a raiva e a determinação dos pilotos”, a BALPA disse que espera que a BA mude agora sua abordagem e negocie seriamente para encerrar a disputa.

“Alguém tem que tomar a iniciativa de resolver essa disputa e, sem nenhum sinal da BA, os pilotos decidiram seguir o rumo responsável. Em uma tentativa genuína de estabelecer um intervalo para o bom senso prevalecer, retiramos a ameaça da greve para 27 de setembro”, afirma o secretário geral da BALPA, Brian Strutton.

“Os passageiros da BA esperam, com razão, que a BA e seus pilotos resolvam seus problemas sem interrupções e agora é a hora de acalmar a cabeça e fazer uso do pragmatismo. Espero que a BA, e o Grupo IAG, mostrem tanta responsabilidade quanto os pilotos.”

A BALPA disse que, na ausência de novas negociações significativas, mantém o direito de anunciar novas greves.

 

Via – FlightGlobal