Aeronaves C-130H na Base Aérea de Davis-Monthan. Foto: Airman 1st Class Jacob T. Stephens/USAF.

A Força Aérea Polonesa adquiriu cinco aviões de transporte tático Lockheed C-130H Hércules dos EUA. As aeronave estão no 309º Grupo de Manutenção e Regeneração Aeroespacial (AMARG) da Força Aérea Americana, na Base de Davis-Monthan, no Arizona, conhecida popularmente como “Cemitério de Aviões”. 

O local é reconhecido por abrigar um grande número de aeronaves militares aposentadas, desde caças como o F-15E Strike Eagle e F-16 Fighting Falcon, até bombardeiros como os B-1B Lancer e B-52 Stratofortress. 

Segundo o Ministro da Defesa polonês, Mariusz Błaszczak, os C-130H foram adquiridos pelo programa de Artigos de Defesa Excedentes, onde aeronaves que estão no 309th AMARG podem ser adquiridas por um preço menor. O contrato de US$ 14,3 milhões contempla também a reforma inicial das aeronaves, ainda nos EUA.

Após esse primeiro processo de regeneração, os cargueiros táticos passarão por manutenção periódica no parque de manutenção WZL Nr 2 S.A em Bydgoszcz, na Polônia, onde receberão equipamentos específicos da Força Aérea do país. Depois serão enviados para 33ª Base de Transporte Aéreo, em Powidz. 

Os aviões foram fabricados em 1985 e aposentados pela USAF em 2017, são 15 anos mais novos que os C-130E em serviço na Polônia, segundo do The AviationistOs “novos” Hércules foram avaliados por uma equipe conjunta de americanos e poloneses em um procedimento de inspeção visual. 

O portal afirma que, segundo especialistas, tanto os motores, quanto as hélice e aviônicos, podem precisar de atualizações, mas ainda não está claro quais são necessárias.

No entanto, para tornar a aquisição razoável, o trabalho de restauração do AMARG também deve incluir uma atualização semelhante às realizadas nas aeronaves da Guarda Aérea Nacional: um conjunto de novos turboélices T-56 Rolls Royce 3.5 e hélices NP2000 de oito pás com controles eletrônicos.