Aeroporto de Caçador

A partir desta segunda-feira (6), a prefeitura de Caçador (SC) recebe as propostas das empresas interessadas em elaborar o projeto executivo e realizar as obras de ampliação do Aeroporto Carlos Alberto da Costa Neves.

licitação foi autorizada pela Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura (SAC/MInfra) em maio e prevê investimento de R$ 13.383.626,65 milhões, do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), na implantação de faixas de pista e áreas de segurança do terminal.

Os interessados na concorrência devem ficar atentos aos prazos: são 22 dias corridos de processo seletivo. O período para interposição de pedidos de impugnação do edital vai até o dia 21.

A abertura das propostas e a disputa de lances dos concorrentes estão marcadas para o dia 28 de setembro. Após a contratação e assinatura da ordem de serviço, a empresa vencedora terá 20 meses para executar os trabalhos.

As melhorias no terminal aeroportuário estão previstas no Termo de Compromisso n° 08/2020, firmado entre o MInfra e a Prefeitura Municipal de Caçador. Pelo acordo, a União assumiu 100% dos recursos necessários à obra e o Executivo local, as desapropriações – de cerca de 450 mil metros quadrados – e a elaboração dos projetos, contratados junto à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

 

MELHORIAS – Paralelamente às obras de terraplanagem para implantação de faixas de pista e áreas de segurança, haverá a ampliação da área patrimonial do aeroporto e serão executadas obras de drenagem e construção de nova cerca operacional.

Hoje restrita a 1.625 metros, a área de pouso e decolagem vai incorporar o espaço dos recuos de cabeceiras, passando a operar com 1.800 metros no total. Com isso, o aeroporto de Caçador terá uma das maiores pistas de pouso e decolagem de Santa Catarina.

A obra é fundamental para impulsionar a economia do município, polo industrial regional do meio-oeste catarinense, e com vocação para se tornar um importante entroncamento logístico do Sul do país.

DEIXE UMA RESPOSTA