Qantas
Foto: Qantas

Focada em diminuir os impactos ambientais no futuro, a Qantas anunciou a compra contínua de combustível de aviação sustentável (SAF, na sigla em inglês). Com o uso do SAF, a Qantas projeta reduzir suas emissões de carbono em cerca de 10% em seus voos para e a partir de Londres.

Além disso, a Qantas anunciou também que assinou um acordo com o fornecedor de combustível BP para a compra de 10 milhões de litros de SAF em 2022 com a opção de compra de até 10 milhões de litros em 2023 e 2024 em voos a partir do Aeroporto de Heathrow. Isso representa cerca de 15% do uso anual de combustível da Qantas fora de Londres.

Curiosamente, o combustível SAF utilizado pela companhia australiana será produzido com óleo de cozinha usado e de outros resíduos. Apesar de se tratar de um resíduo orgânico, o óleo de cozinha é bio certificado para o uso no combustível de aviação.

Paralelamente, o uso de combustíveis SAF está aumentando globalmente, principalmente na Europa, Reino Unido e os Estados Unidos à medida que governos e a indústria trabalham juntos para encontrar maneiras de tornar o setor da aviação menos poluente.

Contudo, a indústria da aviação também intensifica os investimentos em tecnologias de aeronaves elétricas ou com o uso de hidrogênio verde, realidade que caminha para estar presente já para os próximos anos.

Embora a Qantas já tenha realizado vários voos de demonstração usando combustível SAF, incluindo um voo transatlântico em 2018, esta será a primeira vez que a companhia de bandeira australiana utilizará o SAF de forma contínua.

Com informações: Qantas

DEIXE UMA RESPOSTA