A lista de preços apresentada nesta postagem equivale aos preços da Embraer em 2016, ainda em vigor pela empresa, essa lista apresenta uma ligeira alteração quando comparada com a lista de anos anteriores.

As aeronaves apresentadas aqui são todas da família E-Jet de primeira e segunda geração. 

 

E-Jets

A família Embraer E-Jets é constituída pelos modelos E170, E175, E190 e E195, com sistemas idênticos, diferindo apenas no comprimento da fuselagem e capacidade de passageiros. A flexibilidade da configuração dos E-Jets determina um grande interesse das empresas aérea e amado pelos passageiros porque não há assentos do meio e todos são acomodados na janela ou no corredor. O programa E-Jets já atingiu o marco de produção de 1300 aeronaves e atualmente são operados em 65 companhias aéreas de 45 países. Foram os primeiros aviões comerciais a ter HUD duplo.

 

[accordion]

[accordion_item title=”E175 | US$ 42 milhões” state=closed]

O Embraer 175 tem capacidade para 86 passageiros. Os motores de alto desempenho e de alta eficiência energética são muito silenciosos e a aeronave ultrapassa os requisitos em matéria de ruídos e emissões da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO). Os winglets reduzem a resistência do ar, o que permite reduzir o consumo de combustível. A versão Advanced Range (AR) do E175 pode transportar uma carga total de passageiros por até 2200 nm (4074 km).

Seu preço de tabela em 2017 é de US$ 42 milhões.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”E190 | US$ 49,8 milhões” state=closed]

O Embraer 190 é uma versão alongada do E175, que lhe deu uma maior capacidade, até 114 passageiros. Apesar de ser uma aeronave regional, o Embraer 190 tem um amplo espaço em cabine para os passageiros, com um acesso fácil aos compartimentos superiores. Curiosamente, pelo E-190 deu início o desenvolvimento do programa militar KC-390, uma nova aeronave de transporte tático para a Força Aérea Brasileira.

Seu preço de tabela em 2017 é de US$ 49,8 milhões.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”E195 | US$ 52,5 milhões” state=closed]

 O E195 é o maior avião da família E-Jets, sendo capaz de transportar até 118 passageiros. Capaz de transportar 13530 kg de carga, o E195 oferece a melhor relação entre economia e desempenho. É utilizado para voos domésticos e de longa distância e como para as outras versões, os passageiros dispõem de uma cabine espaçosa e grandes compartimentos de bagagem de mão à disposição para melhorar substancialmente o conforto da viagem.

Seu preço de tabela em 2017 é de US$ 52,5 milhões.

[/accordion_item]

[/accordion]

E-Jets E2

A nova geração dos E-Jets da Embraer chega ao mercado com as novas tecnologias desenvolvidas pela Embraer durante o período de 2000 a 2015, o E2 também incorpora uma nova geração de motores da Pratt & Whitney a Pure Power, estes mais econômicos. Além de renovar a sua linha de jatos mais vendida atualmente, a Embraer também aproveitou para expandir o tamanho das suas aeronaves e atender as demandas das companhias aéreas.

O E-Jet E2 deve entrar em operação comercial a partir de 2018, com a versão E190-E2, a versão E195-E2 tem previsão para ser entregue a partir de 2019, já a versão E175-E2 tem previsão para ser entregue a partir de 2020.

 

[accordion]

[accordion_item title=”E175-E2 | US$ 50,8 milhões” state=closed]

Foto – Embraer/Reprodução

Este é o menor modelo da família, contendo até 90 lugares e está previsto para entrar em operação em 2020. Oferecendo flexibilidade de configuração, o E175-E2 foi projetado para atender às necessidades na aplicação regional ou de business. Incorporando a 4ª geração de tecnologia fly-by-wire, bem como a conectividade de última geração, esta aeronave proporciona aos operadores uma melhor eficiência de combustível e características de voo mais suaves em comparação com a primeira geração de E-Jets.

Seu preço de tabela em 2017 é US$ 50,8 milhões.

[/accordion_item]

 

[accordion_item title=”E190-E2 | US$ 58,2 milhões” state=closed]

Foto – Embraer/Reprodução

Com capacidade para até 114 passageiros em uma configuração de classe única, permitirá às companhias aéreas obter um melhor retorno sobre o seu ativo de aeronaves em operações de linha principal e de alta densidade. Com seu primeiro voo concluído antes do previsto, o E190-E2 está estabelecendo uma nova referência em eficiência e inovação na sua categoria e deverá entrar em serviço no primeiro semestre de 2018.

Seu preço de tabela é de US$ 58,2 milhões.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”E195-E2 | US$ 65,6 milhões” state=closed]

Foto – Embraer/Reprodução

O E195-E2 é a maior opção da Embraer para a família E-Jet-E2, através das atualizações que a aeronave recebeu em sua segunda versão, ela será capaz de transportar até 144 passageiros em configuração de alta densidade, além de ter a autonomia incrementada e ser propulsionado pelo motor Pratt & Whitney Pure Power, o mesmo que equipa as quatro unidades do E190-E2 existentes até o momento, porém com um adicional de potência para o maior peso de decolagem do E195-E2. A entrada em serviço do E195-E2 está programado para 2019.

Seu preço de tabela em 2017 é de US$ 65,6 milhões.

[/accordion_item]

[/accordion]

 

Produção: Aeroflap