Rafael SPICE 250ER. Imagem: Rafael.

A Rafael Advanced Defense Systems de Israel revelou o desenvolvimento da variante ER (Extended Range) da bomba SPICE 250. A nova variante possui um micro turbojato, estendendo o alcance do armamento para 150km. 

Diferentemente das versões SPICE 1000 e 2000, que são kits de guiagem eletro-óptica e infravermelha (EO/IR) e aquisição de alvos, a SPICE 250 é um sistema completo. A bomba pesa 250 libras totais, com ogiva de fragmentação ou penetração de 75kg. A atual SPICE 250, sem motorização, pode planar até o alvo por aproximadamente 100km, tendo erro circular provável (CEP) de 3 metros. 

Uma publicação de 2015 do Portal G1 afirma que a Força Aérea Brasileira adquiriu 20 kits da SPICE 1000 e 30 unidades da SPICE 250 para usar no Saab F-39E/F Gripen. A FAB já emprega armamentos israelenses em seus caças desde o final da década de 90, quando adquiriu os mísseis ar-ar Python III. 

Bombas SPICE adquiridas pela FAB. Imagem: G1/Reprodução.

Equipado com asas dobráveis e aletas de controle na cauda, o sistema de armas apresenta um pacote de orientação EO/IR aprimorado, navegação inercial/GPS de meio curso, um datalink bidirecional e opções de fusível pré-selecionadas ou selecionadas no cockpit. 

Todas as variantes da SPICE contam com sistema de Aquisição Automática de Alvo (ATA), uma tecnologia de correlação de imagem autônoma eletro-óptica desenvolvida para “imunizar” o armamento contra interferência de GPS, erros de navegação e localização do alvo. 

Ao se aproximar do alvo, um algoritmo correlaciona a imagem do alvo vista em tempo real com dados do alvo armazenados no próprio computador da bomba. 

Via Janes