Itapemirim
Foto: Gabriel Melo/Aeroflap

Após a primeira aeronave (PS-ITA) da Itapemirim decolar ontem (18) do Galeão (GIG) em direção aos os Estados Unidos para ser estocado, na manhã desta quarta-feira (19) foi a vez do PS-SFC deixar o aeroporto de Brasília (BSB) rumo ao aeroporto de Tucson (TUS), no Arizona.

Após decolar da capital federal, o PS-SFC realizará uma parada técnica no Aeroporto Internacional de Tocumen (PTY), no Panamá, de lá, seguirá para o aeroporto de Tucson para ser estocado e possivelmente, ser devolvido para o proprietário locador.

Itapemirim
Foto: Gabriel Melo/Aeroflap

Para acompanhar o voo em tempo real pelo Flightradar24, basta clicar aqui. 

Continua depois do anúncio

Tanto o PS-SFC quanto o PS-ITA são de propriedade da DCAL 2 Leasing Limited e, recentemente, a ANAC emitiu um ofício referente ao envio das aeronaves aos Estados Unidos.

Sem voar desde o dia 17 de dezembro de 2021, a Itapemirim surpreendeu os seus clientes com passagens marcadas em todo o Brasil após anunciar a paralisação das suas operações. Após o ocorrido, a ANAC suspendeu o seu Certificado de Operador Aéreo (COA), bem como a comercialização de passagens aéreas até que a empresa passe a cumprir os pedidos de reembolso e a reacomodação de passageiros.

Com a promessa do retorno das atividades no dia 17 de fevereiro cada vez mais incerta, muitos clientes com passagens compradas para o final de dezembro e janeiro relataram ao Portal AEROFLAP que ainda não conseguiram realizar o reembolso.

Continua depois do anúncio

Ainda não se sabe se outras aeronaves da Itapemirim também deixarão a frota, mas o futuro da companhia aérea parece estar cada vez mais incerto diante dos problemas financeiros, principalmente pelo não cumprimento do pagamento aos credores que cobram na justiça que o Grupo Itapemirim honre com os pagamentos.