Em uma cerimônia na noite desta segunda-feira, a SpaceX anunciou o primeiro turista espacial da empresa.

Com a presença de um foguete Falcon 9 atrás, Elon Musk apresentou o empresário e bilionário japonês Yusaku Maezawa, que topou ir na primeira viagem ao redor da Lua, através do foguete BFR (Big Falcon Rocket).

O voo deverá ocorrer ainda em 2019, de acordo com Elon Musk, apesar que os prazos da SpaceX são sempre questionados. Provavelmente o voo deverá ocorrer em alguma data entre 2020 e 2021, pois o foguete ainda precisa realizar o seu primeiro voo e depois de algumas missões sem problemas, ter sua certificação para tripulantes emitida pela FAA.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Em 2019 a SpaceX também planeja realizar, em abril, a primeira missão tripulada de uma cápsula Dragon para a Estação Espacial Internacional. Porém usando um foguete Falcon 9.

Caso a SpaceX consiga realmente realizar nos próximos dois anos uma missão à Lua, provavelmente será a primeira tripulada, depois do programa Apollo, e também a primeira sem a presença de astronautas profissionais. Ao todo 24 pessoas já estiveram envolvidas em missões rumo à Lua, todas elas na época do programa Apollo.

O lançamento deve ocorrer a partir de um novo centro de lançamento novo, que a SpaceX está construído em Brownsville, no Texas. O BFR é tão potente que pode entrar em órbita somente com um estágio, sendo o segundo necessário para dar propulsão até outros planetas e satélites naturais.

O BFR é um foguete enorme, suas dimensões agora são de 106 metros de altura e 9 metros de largura. Alguns estabilizadores aerodinâmicos foram acrescentados neste último ano na fuselagem, demonstrando uma atualização de projeto.

A empresa também lançou uma versão atualizada do BFR, mostrando um novo projeto de aleta radial e uma nova configuração do motor.

Elon Musk não anunciou o valor pago por Maezawa, mas provavelmente foi acima dos US$ 100 milhões, valor já estipulado para missões com o Falcon Heavy, quando a SpaceX anunciou o interesse de dois turistas, e o valor estimado de cada voo (com o lucro da empresa incluso).