SpaceX tenta nesta segunda-feria o teste de voo do protótipo SN11 da Starship

 A equipe SpaceX tentará nesta-segunda-feira (29), um teste de voo em alta altitude com o protótipo do Starship de série 11 (SN11), esse é o quarto teste de voo em alta altitude de um protótipo de nave estelar da Starbase no Texas. Semelhante aos testes de voo de alta altitude anteriores da Starship , o SN11 será alimentado por meio de ascensão por três motores Raptor, cada um desligando em sequência antes do veículo atingir o apogeu – aproximadamente 10 km de altitude.

O SN11 fará uma transição do propelente para os tanques principais internos, que contêm o propelente de pouso, antes de se reorientar para a reentrada e uma descida aerodinâmica controlada.

O protótipo da Starship descerá sob controle aerodinâmico ativo, realizado pelo movimento independente de dois flaps de avanço e dois de popa no veículo. Todos os quatro flaps são acionados por um computador de vôo a bordo para controlar a atitude da nave durante o voo e permitir o pouso preciso no local pretendido. 

Os motores Raptor do SN11 serão reativados quando o veículo tentar uma manobra de pouso invertido imediatamente antes de tocar na plataforma de pouso adjacente à montagem de lançamento.

Uma descida aerodinâmica controlada com flaps corporais e capacidade de pouso vertical, combinada com recarga no espaço, são essenciais para pousar a nave em destinos através do sistema solar onde superfícies preparadas ou pistas não existem, e retornar à Terra. Esta capacidade permitirá um sistema de transporte totalmente reutilizável projetado para transportar tripulação e carga em voos interplanetários de longa duração e ajudar a humanidade a retornar à Lua e viajar para Marte e além.