C-130J Suécia Itália
C-130J Super Hércules da Força Aérea Italiana. Foto: Chris Lofting via Wikimedia.

A Suécia abandonou de vez seus planos de modernizar sua frota de cargueiros C-130H Hércules e decidiu adquirir outros aviões. Em entrevista, o Comandante da Força Aérea Sueca confirmou que a organização comprou seis C-130J Super Hércules usados da Força Aérea Italiana (AMI).

Falando à publicação Air Forces Monthly, o Major-General Carl-Johan Edström disse que os dois primeiros C-130J ex-AMI chegaram à Suécia em 2023. Estas aeronaves serão posteriormente modificadas. Apesar de ter afirmado que seis aviões serão comprados, Edström disse que apenas quatro foram confirmados. 

Foto: Nicky Boogaard

Os suecos optaram por não modernizar seus C-130H, designados Tp.84, por conta da lacuna que seria deixada enquanto os aviões fossem atualizados, um trabalho que exige entre seis e nove meses por aeronave. 

Edström também não disse se algum dos “novos” C-130J será configurado para missões de reabastecimento em voo. Um dos Tp.84, de registro 842, recebeu a configuração de avião-tanque para reabastecer os caças JAS-39 Gripen do país. 

C-130 Tp.84 Suécia Gripen
Tp.84 (KC-130H) em reabastecimento com caças JAS-39 Gripen. Foto: Milan Nykodym

Segundo Scramble Magazine, a AMI armazenou um número desconhecido de C-130J. A frota de Super Hercules, operada pela 46ª Brigata Aérea Silvio Angelucci em Pisa/San Giusto, é composta por doze C-130J e dez C-130J-30 de fuselagem estendida, dos quais um foi baixado em 23 de novembro de 2009.

Três C-130J foram convertidos em aviões-tanque KC-130J, embora a Itália tenha adquirido originalmente seis kits de reabastecimento. A situação com os C-130J italianos não é clara. Pelo menos três aeronaves foram armazenadas em Pisa em várias ocasiões, mas não se sabe se são sempre as mesmas. Também cerca de cinco aeronaves foram vistas em Veneza.