Itapemirim
Foto: Gabriel Benevides/Aeroflap

Na noite de ontem (30/6), decolou das instalações da Digex MRO em São José dos Campos (SJK), a última aeronave que estava no Brasil a operar pela Itapemirim Transportes Aéreos

Sob a matrícula N359CL, o antigo PS-AAF estava inoperante desde o ano passado por falta de dinheiro da sua ex-operadora. Além disso, o avião chegou a ser canibalizado para reposição de peças para outras aeronaves da empresa brasileira antes de encerrar as suas operações em dezembro do ano passado. 

Sob propriedade da Carlyle Aviation Partners, a aeronave recebeu novas peças para voltar a voar e seguir para os Estados Unidos, onde ficará estocada até encontrar um novo operador. 

Com a promessa de somente uma pausa nas operações em dezembro do ano passado, a Itapemirim havia anunciado a retomada das operações da companhia em fevereiro deste ano, o que não se concretizou. A empresa sequer chegou a completar um ano das suas operações e prometia um novo modal que interligasse a malha aérea com a rodoviária.