A companhia aérea russa Ural Airlines planeja receber o primeiro dos 14 aviões encomendados do modelo Boeing 737 MAX em dezembro, informou a agência de notícias Interfax, citando o presidente-executivo da empresa, Sergei Skuratov.

Quando perguntado se a empresa considerava cancelar o negócio, Skuratov disse à agência que “a Boeing tem certas vantagens: sete horas e 45 minutos (de voo) sem reabastecer totalmente carregado”.

“Estas são boas aeronaves. Erros foram cometidos, mas eles serão consertados”, disse Skuratov à Interfax.

A Ural Airlines assinou em 2018 um acordo para o leasing de 14 aviões Boeing 737 MAX 8. A entrega era esperada entre outubro de 2019 e maio de 2022, informou a Interfax.

A Ural Airlines planeja receber seu primeiro Airbus A320neo em agosto, com mais quatro jatos esperados para o final de 2019. Enquanto isso, a companhia espera uma autorização das autoridades para que a Boeing retome as entregas do 737 MAX, e cumpra o prazo estabelecido em contrato.