USAF B-52 míssil hipersônico ARRW
B-52 leva sob sua asa um míssil hipersônico ARRW em fase de teste- Foto: USAF

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) informou que concluiu com sucesso o quarto voo de testes com o míssil hipersônico AGM-183 ARRW (Air-Launched Rapid Response Weapon).

O evento foi realizado no último sábado (14), mas só foi informado pela USAF na segunda-feira (16). O voo ocorreu na costa da Califórnia e a arma hipersônica foi lançada por um Boeing B-52 Stratofortress.

Em comunicado, a USAF (Força Aérea dos EUA) explicou que o armamento se separou com sucesso da aeronave lançadora. Também de maneira bem-sucedida, o míssil, apelidado de Booster Test Vehicle 1b ou BTV-1b, obteve aquisição de GPS, desconexão umbilical (cabo de transferência de dados entre míssil e aeronave), transferência de força, operação das aletas e manobra de afastamento, com o motor-foguete ligando com sucesso.

“Esta foi uma grande conquista da equipe ARRW, para a empresa de armas e nossa força aérea”, disse o General Heath Collins, Diretor Executivo do Programa de Armas da USAF.

Curiosamente, o projeto ARRW sofreu três testes mal-sucedidos no ano passado, com a quarta tentativa se tornando um importante passo para o desenvolvimento da mais nova geração de um Míssil de Cruzeiro de Ataque Hipersônico (HACM).

AGM-183A B-52 míssil USAF

O Projeto ARRW visa desenvolver de maneira rápida um armamento hipersônico. O míssil consegue ultrapassar Mach 5 (cinco vezes a velocidade do som ou 6.000 km/h) e seria um resposta ao Kh-47M2 Kinzhal da Rússia. Ao entrar em serviço, o armamento traria a capacidade de engajamento e destruição rápida de alvos estratégicos.

Com informações: The Aviationist