EUA Viagens Pandemia Aeroporto

O Centro de Controle de Prevenção de Doenças dos EUA anunciou nessa semana que a partir de 26 de janeiro, todos os passageiros que chegarem ao país por meio de viagens aéreas terão de apresentar um exame com resultado negativo para a Covid-19 para entrar no país.

A nova exigência visa diminuir a propagação do vírus nos país e ajudar a diminuir o número de casos. Os níveis da Covid-19 nos EUA está em alta, um programa de vacinação deverá ser iniciado em breve.

“O teste não elimina todos os riscos, mas quando combinado com um período de permanência em casa e precauções diárias como uso de máscaras e distanciamento social, pode tornar a viagem mais segura, mais saudável e mais responsáveis pela redução da contaminação nos aviões, nos aeroportos e nos destinos”. Disse Robert R. Redfield, diretor do Centro de Prevenção. 

O teste deverá ser feito em até 3 dias antes da viagem. O resultado deverá ser apresentado para a companhia aérea que o passageiro irá viajar antes do embarque. Caso o passageiro não apresente o resultado e se recuse a fazer o teste, a companhia aérea não irá permitir o voo com esse passageiro, segundo o comunicado do Centro.

Nos EUA já há uma nova restrição para viajantes de diversos países incluindo os países da Europa. Apenas cidadãos americanos poderão entrar no país, o governo americano está preocupado com a nova mutação do vírus que se alastrou pelo Reino Unido nas últimas semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA