Um C-130E Hércules da Força Aérea da Etiópia foi abatido por forças dos Rebeldes Tigré na quarta-feira (23). Segundo o portal Defense World, dezenas morreram na queda da aeronave que transportava tropas e munições. Até o momento, não se sabe o número exato de pessoas que morreram no abate do avião militar. 

A aeronave caiu preto da cidade de Gijet, a cerca de 90km de Mek’ele, capital da província de Tigré. Imagens publicadas no Twitter mostram o cargueiro sendo abatido e os destroços após a queda. 

O abate do C-130E ocorreu dias depois que a Etiópia realizou ataques aéreos em um mercado na vila de Togoga, onde 50 pessoas teriam morrido. A aeronave foi derrubada por forças da Frente de Libertação Popular do Tigré (TPLF), um grupo paramilitar da região que se opõe ao atual governo etíope. 

De acordo com informações do Cavok Brasil, a aeronave com número de série 1564 era operada pelo Esquadrão 15 na Base Aérea Debre Zeit e era o único C-130E no país, tendo sido transferido da Força Aérea dos EUA para o país africano em julho de 2014.

“Em serviço na Etiópia, esta aeronave suplementou dois C-130Bs, que entraram em serviço operacional em 1997, e um par de Lockheed L-100-30 Hercules, que se juntou às fileiras da Força Aérea em 2007. Um dos dois C-130Bs foi reportado como fora de serviço em agosto de 2013, enquanto o segundo L-100-30 foi retirado do serviço ativo. Isso deixa apenas dois dos transportes táticos (um C-130B e L-100-30) operacionais com o Esquadrão 15 em Debre Zeit.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA