William Waack

Voar Aviation realizou o “Voar Talks” com o objetivo de desmistificar o conceito da aviação executiva ser símbolo de luxo e ostentação. Ela é, primariamente, uma ferramenta que aumenta produtividade, gera renda e aumenta capacidade do executivo de viajar em um país transcontinental como o Brasil. É um importante elemento do desenvolvimento econômico, da melhora de produtividade das empresas e dos executivos.

A aviação executiva ajuda a suprir a necessidade de locomoção no país, que possui infraestrutura deficiente (falta de ferrovias e boas estradas e portos) além de ajudar a superar a distância em horário e rotas específicas, já que, enquanto a aviação comercial alcança 100 destinos, a aviação executiva pode chegar a aproximadamente 3.000.

Palestrou no workshop o jornalista William Waack, piloto e proprietário de aeronave, que dividiu com todos os presentes sua expertise em aviação. Ele destaca a importância da aviação executiva para a economia “é uma ferramenta de trabalho que aumenta consideravelmente a produtividade, a capacidade de uma economia crescer, gerar prosperidade e renda”.

William Waack também expôs alguns pontos referentes à interferência e dificuldades burocráticas na aviação: “os obstáculos que a aviação executiva enfrenta são basicamente os mesmos de grandes setores da economia, inclusive, o que está segurando o nosso PIB, que é o da agroindústria: segurança jurídica, produtividade estagnada, cambio altíssimo, falta de mão de obra qualificada e a ocupação e politização dos órgãos reguladores”.

Waack também salientou sobre segurança: “a peça essencial na segurança é o fator humano, não há nada que substitua um bom e eficaz treinamento do piloto, além da constante manutenção da aeronave. O avião com a manutenção bem-feita, tanto faz se tem 10, 15, 20 ou 2 anos. São todos seguros”. Para ele, “é um grave erro de achar que aviação executiva opere em padrões de manutenção e técnicos abaixo da aviação comercial. Não é o caso. Há um alto grau de comprometimento e responsabilidade com manutenção e principalmente, respeito à norma legal, respeito ao manual do fabricante, a norma do regulador e sobretudo, às leis.

O Voar Talks pode ser assistido na íntegra neste link

DEIXE UMA RESPOSTA