O Aeroporto de Aracaju/Santa Maria (SE) completa, na próxima segunda-feira (30), 65 anos de operações, e comemora a data com as obras de ampliação e modernização, a serem iniciadas a partir de dezembro. Os serviços aumentarão a capacidade do terminal de 2,6 para 4 milhões de passageiros por ano.

Com investimentos de R$ 83 milhões, os trabalhos preveem a expansão do terminal de passageiros – de 10 mil m² para 14 mil m² -, que contará com quatro pontes de embarque, duas novas escadas rolantes, sete elevadores e duas novas esteiras de restituição de bagagens. O pátio de aeronaves também será ampliado em 8,5 mil m², passando de cinco para sete posições de aeronaves.

Além disso, a climatização será aprimorada com a refrigeração do saguão e melhorias nas demais áreas já atendidas. Todos os banheiros serão reformados e a área de serviços e comércio também será expandida.

Foto – Infraero/Divulgação

Atualmente, quatro companhias aéreas operam voos em Aracaju – Avianca, Azul, GOL e Latam-, que ligam o terminal a cinco destinos nacionais: Rio de Janeiro (RJ); São Paulo (SP); Campinas (SP); Recife (PE) e Salvador (BA). Com 17 voos diários, em 2016, foi registrada a movimentação de 1,2 milhão de passageiros, entre embarque e desembarque.

Passageiros têm à disposição estabelecimentos comerciais, entre alimentação e serviços, que estão distribuídos na praça de alimentação, saguão, salas de embarque e na área externa do terminal de passageiros. Além das opções para refeições e lanches, os viajantes encontram, entre outros, serviços como revistaria, lojas de souvenires e artesanato, caixas eletrônicos, agência dos Correios e locadoras de veículos.

Voos internacionais

Foto – Gol Linhas Aéreas

Neste mês, o aeroporto foi alfandegado pela Receita Federal e também publicado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), portaria designando o terminal sergipano como Aeroporto Internacional. Na prática, as iniciativas permitem que o aeroporto tenha rotas internacionais regulares. A primeira delas, com destino a Buenos Aires, na Argentina, já no mês de novembro, pela GOL Linhas Aéreas.

“As obras e o voo internacional para Buenos Aires, na Argentina, devem incrementar o número de passageiros e de voos no terminal sergipano, elevando a receita comercial e fortalecendo o destino Aracaju”, afirma o superintendente do terminal, José Osman.

História

Em janeiro de 1958, a bordo de um bimotor Convair (CV) 440 Metropolitan, da Real, o então presidente Juscelino Kubitschek, oficializou o início das operações comerciais do terminal sergipano.  Localizado na zona sul da capital e distante 12 km do centro, é o único aeródromo público que recebe voos regulares no estado.

Nove anos após a criação do aeroporto, teve início, em 1961, a primeira ampliação da pista de pouso e decolagem, passando dos 1,2 mil para 1,5 mil metros de comprimento; e o edifício do terminal de passageiros passou de 800 para 1,2 mil m². A partir de 1975, o Aeroporto de Aracaju ficou sob a responsabilidade da Infraero.

COMPARTILHAR