As primeiras grandes seções de fuselagem da nova geração do Beluga, o BelugaXL, chegaram na instalação de montagem final da aeronave (L34), em Toulouse. Todas as peças gigantes que são mostradas na foto acima foram transportadas através de um comboio rodoviário, composto por vários caminhões de transporte da Airbus.

As peças saíram da fábrica da empresa Aernnova, no nordeste da Espanha, até o centro da Airbus, em Toulouse. No total foram transportados três painéis de fuselagem da seção traseira do Beluga XL. As seções transportadas acabarão por formar o primeiro Beluga XL, junto com várias outras peças de empresas parceiras da Airbus na construção desse novo transportador de fuselagens, asas e seções estruturais.



O conceito de design da aeronave é semelhante ao atual Beluga, com a estrutura central da baía de carga, e algumas modificações na parte traseira da aeronave e na cauda. O novo Beluga também é baseado na versão cargueira do A330, o A330F, com grande grande reutilização de componentes e equipamentos existentes.

O BelugaXL foi lançado em novembro de 2014 para atender aos requisitos de capacidade de transporte e ramp-up da Airbus para depois de 2019. O primeiro de cinco aeronaves Beluga XL voará em meados de 2018, e entrará em serviço em 2019.