Dezessete esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB) participam até sábado (04/06) da quinta edição do Exercício Operacional Transportex 2016 na Base Aérea de Campo Grande (BACG). O treinamento visa o aprimoramento e a capacidade de pronto emprego das unidades aéreas subordinadas à Quinta Força Aérea (V FAE) e dos Esquadrões de Transporte Aéreo (ETA), adestrando-os em cenários táticos fictícios próprios da Aviação de Transporte.

O destaque da edição deste ano é a atuação durante os exercícios das aviações de Caça, representada pelo Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1° GAVCA); da aviação de Reconhecimento, com o Esquadrão Guardião (2°/6° GAV); de Busca e Salvamento, com o Esquadrão Pelicano (2°/10° GAV); e do Segundo Grupo de Defesa Antiaérea (2° GDAAE).

Um dos exercícios realizados em conjunto é o de lançamento de carga, momento em que, ao receber a demanda do lançamento de carga para tropas aliadas que estão em território inimigo, a aeronave de transporte, C-130 Hércules, decola em direção a área hostil. Sem escolta, a aeronave de transporte é interceptada por um F-5, dificultando a entrega da carga aos militares. Nesse contexto o R-99, aeronave de reconhecimento, envia informações ao Hércules relatando as posições de ameaça e, a partir daí, começa o combate simulado. O treinamento proporciona às Unidades Aéreas da FAB testarem suas técnicas de emprego em ambientes hostis e sistemas de autodefesa.

“Os treinamentos em conjunto com essas aviações são de grande relevância para que nossos militares estejam sempre preparados para cumprir as missões. A troca de experiências durante os exercícios agrega mais conhecimento para os militares e crescimento para a FAB ”, destaca o Comandante da Quinta Força Aérea (V FAE), Brigadeiro do Ar Mozart de Oliveira Farias.

 

Fonte – Força Aérea Brasileira

COMPARTILHAR