Aeronaves Companhias Aéreas News

Boeing 737 cumpre seu último dia na Lufthansa

Foto - Lufthansa News/Reprodução

A Lufthansa retirou hoje (29/10) as suas últimas aeronaves Boeing 737 da frota, após 48 anos operando interruptamente. Os últimos voos foram realizados com o Boeing 737 Classic, que está desde 1993 na Lufthansa. Ao todo seis aeronaves foram responsáveis por realizar os últimos voos na Lufthansa.

O Bobby, como assim era chamado o 737 na frota da Lufthansa por causa do seu pequeno tamanho, realizou a rota de Nurnberg  para Frankfurt (LH153), pousou no Aeroporto de Frankfurt às 19h53 (horário local) para finalizar o ciclo de 48 anos do 737 na frota da Lufthansa. Esse voo já estava sendo realizado por um A319.

Foto - Lufthansa News/Reprodução
Aeronave responsável pelo último voo do 737 na Lufthansa. Foto – Lufthansa News/Reprodução

Os últimos voos do 737 na frota da Lufthansa foram:

Frankfurt – Amsterdam (LH986/987)
Frankfurt – Billund (LH836/837, LH838/839)
Frankfurt – Birmingham (LH954/955)
Frankfurt – Geneva (LH1222/1223)
Frankfurt – Katowice (LH1363, LH1356/1357)
Frankfurt – Milano Linate (LH270/271)
Frankfurt – Milano Malpensa (LH246/247)
Frankfurt – Nuremberg (LH148/153)
Frankfurt – Stuttgart (LH127, LH130/135, LH132/137)

Todos esses voos acima foram realizados hoje (29/10). Todos os 157 Boeing 737 que operaram na Lufthansa já fizeram 5,5 milhões de desembarques e voaram 5 vezes a distância de Marte a Terra (2,3 bilhões de quilômetros), levando a bordo de 250 milhões de passageiros (3x a população da Alemanha).

Primeiro voo do 737-300 na Lufthansa. Foto - Lufthansa News/Reprodução
Primeiro voo do 737-300 na Lufthansa. Foto – Lufthansa News/Reprodução

A aposentadoria conjunta do 737 Classic da Lufthansa também contempla as aeronaves Fokker 100/70 da Austrian Airlines, que estão gradativamente sendo substituídas pelo Embraer E-195, e as aeronaves Avro RJ100 da Swiss, substituídas pelo Bombardier CS100. A Lufthansa também retirou o último 737-500 neste ano.

No início do ano a Lufthansa recebeu sua primeira unidade do Airbus A320neo, que faz parte da nova geração de aeronaves narrowbody da Airbus. De acordo com a companhia aérea alemã, é possível economizar até 15% de combustível em voo, quando comparado a geração anterior (A320ceo e 737 NG).

737-100 da Lufthansa, uma das poucas aéreas que operou com esse modelo.
737-100 da Lufthansa

A história da Lufthansa com o Boeing 737 é de pioneirismo, as primeiras unidades do 737 Original (737-100) foram entregues em 1968. Como citado no primeiro parágrafo, em 1993 a Lufthansa iniciou a troca da antiga geração (737-200) por outro modelo, com diversas inovações, o 737-300. Ela também operou as variantes 200C, 300QC e 400.

O CEO da Lufthansa, Carsten Spohr, afirma que o projeto da companhia é otimizar sua frota através da redução de diferenças entre as aeronaves, assim é possível simplificar a manutenção e treinamento de tripulantes.

 

Transmissão ao vivo do último voo:

Vídeo – Último voo:

Galeria – Último voo do 737 na Lufthansa:

About the author

Redação Aeroflap

Redação Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This