Um Boeing 777-200 da United Airlines, que estava sobrevoando o pacífico na rota de São Francisco (SFO) para Honolulu (HNL) no dia 13 de fevereiro, teve um problema que afetou um dos motores durante o voo, cerca de 40 minutos antes do pouso no Havaí.

O motor da asa direita da aeronave “explodiu” durante o voo, de acordo com os passageiros, e fragmentos dele caíram no mar. Os pilotos fizeram o procedimento de desligar o motor e voar somente com um propulsor, e por um período de tempo sob a norma ETOPS.



Sem saber da real condição do motor, o piloto solicitou a presença de carros de bombeiros no momento do pouso, mas a aeronave prosseguiu para o gate normalmente.

Pelas fotos podemos ver uma grande extensão de danos na parte frontal do motor, afetando bastante a carenagem. Quando esse motor está inteiro ele tem a aparência similar ao propulsor da foto abaixo.

O Boeing 777-200 envolvido tem a matrícula N773UA e foi fabricado em 1996, ele é equipado com dois motores Pratt & Whitney PW4077. A aeronave está longe do seu limite de uso, com somente 16221 ciclos de voo.

 

Um inquérito foi aberto para determinar as causas desse incidente.