A Força Aérea Brasileira está transportando mantimentos para o município de Itaituba (PA), distante cerca de 890 quilômetros de Belém, com objetivo de atender famílias da região que estão sem abastecimento de água e alimentos, devido às fortes chuvas na região.

A primeira decolagem da aeronave C-130 Hércules, do Esquadrão Cascavel, aconteceu nesta quarta-feira (01/03), partindo de Manaus (AM). O Ministério da Defesa é a instituição responsável pelo acionamento, que visa apoiar o Ministério da Integração Nacional. Com previsão de conclusão da missão nesta sexta-feira (03/03), o esquadrão fará cerca de seis viagens, transportando 14 toneladas por voo. Ao todo, serão transportadas 3 mil cestas básicas, totalizando 84 toneladas de alimentos.



De acordo com Chefe do Estado-Maior da Ala 8, Coronel Aviador Fábio Luís Morau, a missão teve o objetivo de ajudar a população da região. “Essa missão objetivou apoiar as pessoas da região, já que o abastecimento de alimentação e de água está comprometido, haja vista a interdição das vias de acesso rodoviárias, afetadas pelas chuvas”, explicou.

Foto – Força Aérea Brasileira/Reprodução

O oficial de supervisão operacional do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), coordenador da missão em Brasília, Coronel Márcio Pontes, falou sobre o compromisso da Força Aérea com a população que está isolada. “Enquanto não se resolve o problema da estrada, o acesso à comunidade só é feito por meio aéreo. Então, essa é uma das missões de apoio que a gente se preocupa em atender para poder ajudar aquelas pessoas que estão isoladas”, disse.

O COMAE operacionalizou a missão, acionando as ALAS 8 e 11 (Manaus e Galeão, respectivamente). A ALA 8 fez as coordenações com o Ministério da Integração Nacional, objetivando receber as 3 mil cestas básicas e prepará-las para o transporte.

Todo o preparo, o carregamento e a segurança da carga, em Manaus, estão sendo conduzidos pelo Grupo Logístico (GLOG) e pelo Grupo de Segurança e Defesa, ambos da Ala 8. Os voos e o descarregamento em Itaituba serão desenvolvidos pela tripulação do Esquadrão Cascavel (1°GTT). O Grupo Logístico foi acionado na última segunda-feira (27/02) pelo Governo Federal.

 

Via – Força Aérea Brasileira