Em 2016 a Delta Airlines fez uma encomenda para comprar até 125 aeronaves CS100, fabricadas pela Bombardier, e nesta semana a companhia divulgou que receberá as novas aeronaves a partir de 2018, quando a primeira unidade será entregue.

E a Delta também já divulgou durante o evento de anúncio dos lucros no segundo trimestre a primeira cidade que receberá as rotas do CS100, os aeroportos John F. Kennedy e LaGuardia, em Nova York, serão os primeiros que operarão com a nova aeronave da Delta. Atualmente a companhia americana realiza voos regionais para 58 cidades a partir de Nova York.

A Delta também disse que planeja usar o CS100 com a configuração de 110 assentos primeiramente para fazer uma realocação da frota regional, assim a companhia conseguirá disponibilizar mais aeronaves de 76 assentos, como o EMB 175 e CRJ-900, para substituir os aviões de 50 assentos, como o CRJ-200 , categorizados pela companhia como aviões de pouca eficiência atualmente.

Além disso a Bombardier entregará normalmente as aeronaves de acordo com o firmado no contrato de 2016, apesar dos processos colocados pelos EUA na Organização Mundial do Comércio contra a Bombardier, com participação da Boeing. Além disso a Bombardier também sofre um processo parecido aberto pelo Governo Brasileiro.

COMPARTILHAR