A Delta anunciou que está quase finalizando dois lotes de compra com duas fabricantes diferentes, a Bombardier e a Airbus. A primeira se refere a uma grande quantidade de aeronaves da linha CSeries da Bombardier, a mais nova aposta da fabricante canadense para o setor regional, o esperado é que seja realizada uma encomenda para 125 aeronaves, mas desse total nem todo o pedido será para encomendas fixas, também não foi divulgado sobre qual versão do CSeries a Delta se interessou.

A Delta também estaria próxima de realizar uma encomenda para 30 unidades do Airbus A321, aeronave já utilizada em sua frota, o negócio é avaliado em mais de US$ 3,5 bilhões em preço de tabela. Essa encomenda faria parte de uma enorme renovação de frota, que inclui a substituição de aviões Boeing 757, MD-88 e jatos regionais como ERJ e CRJ, a busca por uma nova meta de economia operacional e maximização dos lucros levou a Delta analisar e se reunir com diversas fabricantes para analisar diferentes propostas.

Atualmente a Bombardier diz que a encomenda seria um grande incremento ao projeto CSeries, que atualmente conta somente com 250 pedidos fixos, o mais recente feito pela Air Canadá e que resultou em um pedido fixo para 45 aeronaves CS300, atualmente a versão com maior capacidade do CSeries. A meta da Bombardier é certificar o CS300 até o fim do primeiro semestre, com entregas iniciando no primeiro trimestre de 2017, enquanto o CS100 terá sua primeira unidade entregue para a Swiss no terceiro trimestre desse ano.

Recentemente a Airbus abriu uma linha de montagem final no Estados Unidos, com capacidade para produzir até 50 aeronaves da família A320 por mês, essa unidade só atenderá clientes americanos. Ainda não está declarado pela Airbus a produção da família A320neo em solo americano.

COMPARTILHAR