A Bombardier Commercial e a Delta Airlines anunciaram hoje um acordo para a compra de 75 aeronaves CS100, mais as opções de compra para 50 unidades do CS100, no contrato inclui uma possível conversão para aeronaves CS300 em uma data posterior. O pedido é avaliado em aproximadamente US$ 5,6 bilhões, com base no preço de tabela para o CS100.

“Estes novos aviões são um investimento sólido, o que nos permite tirar proveito de economia operacional superior, a flexibilidade da rede e melhor da sua classe em desempenho de combustível”, disse Ed Bastian, presidente-executivo da Delta Airlines.

Como uma das maiores empresas de seu setor nos EUA, a Delta Airlines ocupa o primeiro lugar com os clientes executivos e líderes empresariais.”Este pedido afirma o desempenho das aeronaves CS100 e seus custos operacionais excepcionalmente baixos. Além disso, seu corredor mais largo, assentos maiores e capacidade de carga otimizada será características atraentes para os passageiros da Delta”, disse Fred Cromer, presidente da Bombardier Commercial Aircraft.

Esta operação faz parte da estratégia da Delta para atualização da frota de aeronaves, permitindo que a empresa a atinja suas metas financeiras de longo prazo, incluindo o crescimento de 15% nos lucros e de geração de US$ 4 bilhões em fluxo de caixa por ano. Com a introdução do CSeries, a Delta deixará de operar com o E190 em sua frota , assim como o planejado.

Com esse pedido a Delta Airlines também se torna a maior compradora das aeronaves CSeries, superando até mesmo a encomenda da Air Canada para 45 aeronaves, com 30 opções de compra. O previsto é que as entregas para a Delta Airlines comecem em 2018, porém o CS100 entra em operação em 2016 através da Swiss Internacional, que se propôs a ser cliente de lançamento da aeronave.

O CSeries é uma aeronave de nova geração na categoria de 100-150 assentos, é propulsionado pelos motores Pratt & Whitney PW1500G e em suas características promete ser até 20% mais eficiente do que a geração atual. Estão disponíveis duas versões para os clientes, a CS100 transporta até 110 passageiros em uma configuração de fileiras 3-2 para classe econômica, enquanto o CS300 transporta até 140 na mesma configuração. A Bombardier declarou que o CSeries tem 325 encomendas fixas até o momento, mais as opções de compra que somam 803 aeronaves.

COMPARTILHAR