A DHL Express recebeu o primeiro Airbus A330-300 convertido para cargueiro, através do processo P2F, que cria a versão A330P2F.

A transformação de aeronave de passageiros para cargueiro foi realizada pela Elbe Flugzeugwerke (EFW) em conjunto com a ST Aerospace, além de contar com a ajuda da Airbus, que já produz uma versão totalmente cargueira do A330.

O primeiro voo de teste dessa versão foi realizado em outubro e a certificação da EASA foi emitida logo em seguida, após um mês demonstrando a segurança da variante. O interior foi alterado, recebendo um painel da versão cargueira do A330, a estrutura recebeu reforços para suportar o peso extra, e o piso foi adaptado à trava dos pallets. Uma porta de carga foi adicionada na lateral do avião, mas a porta de passageiros foi mantida.

A DHL tem 8 encomendas para o A330P2F, com mais 10 opções de compra. Normalmente são aviões A330-300 usados que são convertidos para cargueiros, dando uma sobrevida ao mercado de usados da aeronave.

O programa A330P2F foi lançado em 2012 e possui duas variantes – o A330-200P2F e o A330-300P2F, baseado no maior A330 existente. O último é ideal para servir os mercados internacionais de transporte internacional entre continentes, com possibilidade de transportar 62 toneladas por 5850 km, economizando 20% em relação aos concorrentes mais antigos, como o MD-11.

This post is available in: pt-brPortuguês