A Embraer tem esperanças que o KC-390 alcance o primeiro cliente no exterior até o final de 2017. A informação foi anunciada pelo Jackson Schneider, vice presidente executivo da Embraer Defesa e Segurança, porém nada dever ser divulgado oficialmente antes do Paris Air Show que acontece no fim desse mês.

A Embraer se prepara agora para levar o KC-390 ao evento aeronáutico na França, será a primeira vez que o cargueiro multifuncional da Embraer irá participar se apresentar fora do país. A fabricante brasileira já tinha levado o KC-390 para a Europa, porém a aeronave ficou em exposição estática em Farnborough na Inglaterra em 2016.



“Temos uma negociação muito madura com um dos potenciais clientes”, disse Jackson Schneider, vice-presidente executivo da empresa de defesa da Embraer para jornalistas durante uma reunião de 2 de junho nas instalações de produção de jatos executivos da Embraer em Melbourne, Flórida.

“Com certeza, há trabalho a ser feito”, acrescentou Schneider. “Eu acho que esperamos ter a possibilidade de anunciar este ano”, falou o VP de Defesa falando sobre encomendas internacionais do KC-390. 

Cockpit do KC-390. Foto – Rockwell Collins/Reprodução

Após se apresentar no Paris Air Show a Embraer pretende levar o KC-390 para um tour de demostrações em outros países da Europa e também do continente asiático, afim de aumentar o interesse de outros países em adquiri-lo.

Ao todo a FAB (Força Aérea Brasileira encomendou 28 unidades do KC-390, que irão gradativamente substituir os Lockheed Martin C-130 Hércules. As capacidades do cargueiro multifuncional da Embraer são inúmeras, como por exemplo, cumprir missões de busca e resgate, combate a incêndio, transporte aeromédico, transporte de tropas e blindados, conta com medida de auto-defesa como chaff, flares, dentre outras características.

Foto – FAB/Embraer

A possibilidade de comercializar a aeronave no mercado exterior ganhou força quando cinco nações assinaram um termo de interesse no KC-390, são elas: Argentina, Chile, Colômbia, Portugal e Republica Tcheca.

As atividades com os dois exemplares do KC-390 já construídos estão a todo o vapor aqui no Brasil repetidos testes estão sendo feitos nas aeronaves como operação de REVO (Reabastecimento em voo), lançamento de cargas e paraquedistas militares. As duas aeronaves já contam com mais de 1000 horas de voo. Além da expectativa de entregar a primeiros aeronaves para a FAB já em 2018, após a declaração de Capacidade Operacional Inicial (COI) em 2017, a declaração de Capacidade Operacional Final será obtida no final de 2018.

 

Via – DefenseNews