Foto - Lockheed Martin

A Força Aérea Americana está trabalhando ativamente para conseguir desenvolver novos materiais em seu Laboratório de Pesquisa de Materiais, o foco é obter estruturas e ponta para utilizar em novos aviões hipersônicos, como um projeto do SR-72 que está sendo desenvolvido pela Lockheed em parceria com a AeroJet Rocketdyne.

O Air Force Materiel Command considerará o desempenho térmico à medida que seleciona o material, isso porque um avião hipersônico precisa resistir à altas temperaturas, que são geradas por conta do grande atrito com o ar. Através de um concurso a USAF premiará o criador do material em US$ 2,3 milhões, a premiação ainda está valendo e com divulgação no site da Federal Business Opportunities.

“O objetivo do programa RX hypersonics é fornecer uma variedade de materiais e opções de processamento para futuros veículos hipersônicos”, disse um porta-voz da AFRL para o portal FlightGlobal.

O material provavelmente será algum aço de alta temperatura e resistência, revestido por um material cerâmico ou composto. Entre os prováveis materiais está a Alumina e a fibra de carbono, já conhecida no mercado aeronáutico. Entre os requisitos desse projeto está a reutilização da aeronave por vários voos, como um caça F/A-18 Super Hornet, que a USAF usa com frequência.

Os pontos críticos de um avião hipersônico são as superfícies de ataque, que entram em contato direto com o fluxo de ar de alta velocidade, como o nariz da aeronave, o bordo de ataque das asas e da empenagem.

Esse assunto é tão sério na Força Aérea Americana que só em 2018 eles gastarão US$ 31,2 milhões para focar em pesquisa de novos materiais, voltados para esse novo avião. Isso não é novidade, faz alguns anos que o Governo Americano investe nesses materiais, mas os investimentos atuais são maiores, principalmente depois da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa descobrir que é possível criar um motor de ciclo híbrido (reação/ramjet), que serve para propulsionar com eficiência um avião hipersônico.

Do mesmo modo o órgão DARPA já está agindo para criar essa nova aeronave. No dia 9 de outubro a Aerojet Rocketdyne recebeu um contrato para começar os testes com seu conceito de motor de ciclo híbrido, que inclusive postamos por aqui. E a Lockheed Martin será a responsável por apresentar um novo conceito, chamado no momento de SR-72.

This post is available in: pt-brPortuguês