Aeroporto de Ubatuba. Foto - Daesp

Antes de chegar o feriadão, o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), autorizou a transferência da gestão de 5 aeroportos para as mãos da iniciativa privada, são eles:

  • Artur Siqueira (Bragança Paulista);
  • Antônio Ribeiro Nogueira Jr. (Itanhaém);
  • Campo do Amarais (Campinas);
  • Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí);
  • Gastão Madeira (Ubatuba).

Essa transferência é derivada de uma licitação que ocorreu no primeiro trimestre desse ano, no qual o consórcio Voa São Paulo ganhou ao pagar R$ 24,4 milhões para ter o direito de administrar esses locais por 30 anos.



De acordo com o Governo de São Paulo as cinco empresas desse consórcio vão investir R$ 93,6 milhões nesses aeroportos, indo desde melhorias em equipamentos básicos de navegação, como na infraestrutura de sinalizações, pátios,pistas e terminais de passageiros.

Desse valor total:

  • R$ 28,6 milhões serão investidos no Campo do Amarais, em Campinas;
  • R$ 20,5 milhões no de Jundiaí;
  • R$ 18,2 milhões no de Ubatuba;
  • R$ 15,8 milhões no aeroporto de Itanhaém; 
  • e R$ 10,5 milhões no de Bragança Paulista; 

A operação total pela iniciativa privada já começou no início deste mês, e estava sendo assistida pela Daesp pelo menos desde 1º de agosto de 2017.