Ao completar 37 anos de operação sob a administração da Infraero na próxima segunda-feira (18/12), o Aeroporto de Montes Claros (MG) quer aumentar ainda mais a sua importância para o norte de Minas Gerais.

Sendo o único na região, o terminal é fundamental para o deslocamento de passageiros, já que o local abriga universidades e o polo industrial do estado, atraindo principalmente executivos, empresários, professores e universitários.



O superintendente do aeroporto, Michael Crestani, explica que o terminal passou por reformas, como o recapeamento das pistas de pouso e decolagem, e, em breve, vai receber novos aparelhos de ar condicionado. “Para o ano que vem, está prevista uma ampliação na nossa sala de embarque, que visa disponibilizar maior conforto aos passageiros. Os empresários da região também demonstraram interesse enorme em relação à inclusão de voos para novos destinos, principalmente São Paulo e a região Nordeste”, disse.

No terminal de passageiros, os usuários contam com uma série de estabelecimentos – entre lanchonetes, cachaçaria, acessórios para celulares, agências de turismo, locadoras, táxis, sorveteria, além de serviços de caixas eletrônicos, localizados na área externa. O aeroporto também conta com áreas acessíveis, como rampas para acesso ao saguão de embarque, calçadas do estacionamento e piso podotátil na área interna do terminal de passageiros, conforme norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

O aeroporto conta com seis voos diários para Confins operados pela Azul e pela Gol Linhas Aéreas. Em 2016, passaram pelo terminal mineiro 282 mil passageiros, e até novembro deste ano, foram 255 mil.

 

Via – Infraero