A LATAM Airlines Brasil preparou um conjunto de mais de 100 ações operacionais especiais para atender com eficiência os espectadores e as delegações dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O pacote foi desenvolvido durante um ano de trabalho, por uma equipe multidisciplinar de diferentes áreas da empresa.

O foco principal é a operação com pontualidade e segurança nas datas-chave dos jogos. Entre agosto e setembro, o Rio de Janeiro receberá um fluxo concentrado de passageiros em datas específicas, como na abertura e no encerramento do evento. A companhia estima atender cerca de 25% do público que utilizará o transporte aéreo para chegar à cidade no período. Do total de 4,5 mil atletas paralímpicos, estima-se que 30% viajarão com a LATAM Airlines Brasil.

As ações pré-evento têm se concentrado em exercícios simulados, estudos, revisão de procedimentos e reforço nas capacitações. Durante os jogos, as ações se traduzirão em serviços, monitoramento e soluções inovadoras para uma experiência ainda mais ágil e segura.

foto

“A LATAM está pronta para o desafio olímpico, que será único e ainda maior do que a Copa de 2014 devido à concentração da demanda e a alta complexidade logística”, afirma Eduardo Costa, diretor sênior de Serviços e Inovação da LATAM Airlines Brasil. “Começamos a nos preparar em junho do ano passado para agilizar o atendimento dos atletas, cuidar dos clientes paralímpicos, acomodar cargas aéreas especiais e coordenar embarques e desembarques massivos, simultâneos e concentrados em uma única cidade”, completa.

A LATAM Airlines Brasil investe na operação olímpica até R$ 20 milhões, sendo R$ 15 milhões para as ações operacionais especiais e R$ 5 milhões para o atendimento de eventuais contingências durante o evento. Confira onde se concentram algumas iniciativas:

COMPARTILHAR