Recentemente a LATAM Colombia iniciou a implementação do serviço Low Cost em seus voos, a companhia lançou em seu site um Cardápio com valores do serviço de bordo que anteriormente era gratuito, esse cardápio pode ser conferido Clicando Aqui. O novo serviço se chama “Mercado LATAM”.

No cardápio lançado podemos encontrar café em sachê, refrigerantes, diversos tipos de chás, água mineral, bolinhos e até mesmo Red Bull. Também é possível encontrar sanduíches e algumas opções de alimentação para vegetarianos. No mesmo cardápio é possível encontrar cerveja e outras bebidas alcoólicas, salgadinhos e chocolates.

É um cardápio bem semelhante ao oferecido pela GOL no Brasil, com preços bem acima do mercado. Na Colômbia é possível comprar uma coca-coca por 2000,00 $, enquanto a LATAM vende no cardápio por 5,000 $. A companhia aceitará pagamentos em dinheiro e cartões de crédito.

O serviço estará disponível a partir do dia 15 de fevereiro para todos os voos domésticos da LATAM Colombia.

Em novembro de 2016 a LATAM Airlines anunciou que iria implementar o serviço Low Cost em todas as companhias aéreas do grupo, o Brasil é um dos focos no início da implementação e, de acordo com Claudia Sender CEO da LATAM Brasil, será um dos primeiros.

De acordo com a companhia os clientes terão acesso a um novo fluxo de compras mais simples, que permitirá a escolha da tarifa de acordo com o tipo de viagem. Também poderão optar pelos serviços adicionais, que serão pagos, assim como desejarem, isso inclui desfrutar de uma ampla variedade de refeições a bordo, escolher o assento favorito no avião, poder mudar o voo ou devolver o bilhete.

No final, a LATAM, que hoje tem assentos abaixo da classificação B da ANAC, reduzirá ainda mais os seus serviços para os passageiros ao tornar opcional o serviço de alimentação a bordo, além de cobrar por marcação de assento antes do voo.

A LATAM em contrapartida promete reduzir em até 20% as tarifas mais baratas disponíveis para seus voos domésticos até 2020. No Brasil essa medida da LATAM ganhou força com a implementação das novas regras para as companhias aéreas, que muda assuntos importantes da regulamentação atual e permite a criação de uma nova classe tarifária no estilo adotado pelos Estados Unidos e Europa, veja mais Clicando Aqui.

 

COMPARTILHAR