Um Sukhoi SU-27 da Força Aérea Russa interceptou um bombardeiro B-52 Stratofortress dos EUA sobre o Mar Báltico, a notícia foi informada pelo Ministério da Defesa Russo nessa terça-feira​ dia 6 de junho.

O fato se torna interessante pois acontecia o contrário, caças americanos interceptavam bombardeiros russos. Segundo o Ministério da Defesa da Rússia um Su-27 foi deslocado para interceptar uma aeronave que estava em águas nacionais mas estava próximo da fronteira russa. Ainda de acordo com as fontes de defesa da Rússia, o Sukhoi identificou a aeronave como um bombardeiro estratégico B-52 e o escoltou por algum tempo, e retornou a Rússia em segurança.

Em resposta os EUA disseram que o B-52 estava com o trasnponder ligado, o tenente-coronel David Faggard da USAF disse estar ciente do caso e afirma que o bombardeiro estava em apoiando um treinamento conjunto na região quando correu o fato.

Como já foi dito não é a primeira vez que acontecem encontros de aeronaves militares da Rússia e dos EUA, ou vice-versa. Em Abril dois caças F-22 Raptor interceptaram dois bombardeiros TU-95 sobre o Alasca, os bombardeiros russos apareceram uma distância de 450 quilômetros da Zona de Identificação dos EUA na área. Porém como esse caso nenhuma ação mais direta foi tomada, os TU-95 Bear retornaram após serem interceptados pelos Raptors por 12 minutos, esses acontecimentos fazem lembrar o período da guerra fria quando ambas nações testavam sistemas de defesa de ambas.

This post is available in: pt-brPortuguês