Foto - Turkish Cargo/Divulgação

A Turkish Cargo, uma divisão da Turkish Airlines, além buscar a satisfação de seus clientes no transporte de carga para 120 países, tem como objetivo contribuir também para a proteção da vida selvagem. 

A Empresa transportou 20 pinguins de Humboldt, ameaçados de extinção e listados pela União Internacional para a UICN – Union for Conservation of Nature (União para Conservação da Natureza), afiliada à Nações Unidas, da Letônia (RIX) para a China (PVG), em um voo com conexão em Istambul.

Foto – Turkish Cargo/Divulgação

Os pinguins, retirados do zoológico de Riga, foram entregues saudáveis aos oficiais do Public Oceanic Aquarium,  um dos maiores aquários da Ásia, para garantir a sobrevivência de sua espécie. Eles foram acompanhados pela equipe certificada da Turkish Cargo e por veterinários da IATA Live Carts (LAR).

A Turkish Cargo também transportou seis filhotes de leão, acompanhados por uma equipe de tratadores certificados e veterinários da IATA Live Animals Regulations (LAR), para Bangladesh (DAC), e 14 leões adultos para a China, todos saudáveis.

Foto – Turkish Cargo/Divulgação

Ao ratificar a Declaração da “United For Wildlife (Palácio de Buckingham”) nos últimos meses, com o objetivo de prevenir o comércio ilegal de animais selvagens e aumentar a conscientização do setor sobre esta questão, a Turkish Airlines demonstra sua expertise nos processos de transporte de animais vivos e na preservação de seus direitos.

Em relação aos serviços de transporte de animais vivos nos 120 países em que atua, a Turkish Cargo baseia-se na regulamentação da  IATA (LAR) para os processos de aceitação, armazenamento e embarque, além de implementar rigorosamente as diretrizes de documentação, acondicionamento, rotulagem e marcação, conforme mencionado em todo processo de transporte de animais vivos da entidade.

This post is available in: pt-brPortuguês