Na próxima semana, especificamente no dia 29 de junho, será incorporado às forças de defesas do Brasil um novo Porta-Helicópteros para a Marinha Brasileira, comprado de segunda mão da Royal Navy, do Reino Unido.

O vídeo acima mostra a embarcação sendo preparada pela BAE Systems e Babcock, que tem a função de deixar o porta-aviões nos moldes do contrato, com a manutenção em dia.

No dia 29 de junho a embarcação será incorporada à Marinha Brasileira, e depois transferida do Reino Unido para o Brasil. O nome já aparece no vídeo, será o PHM Atlântico A140.

Os tripulantes brasileiros estão realizando cursos na Royal Navy, em empresas fabricantes dos equipamentos e intensivos treinamentos.

A embarcação será empregada em operações aéreas com helicópteros, operações anfíbias com tropas de Fuzileiros Navais e missões de Controle de Área Marítima para proteção de nossas Linhas de Comunicações Marítimas, além de atividades de apoio logístico, de caráter humanitário, de auxílio a desastres naturais e de apoio a operações de manutenção da paz.

O navio tem capacidade para operar simultaneamente até sete aeronaves em seu convés de voo, podendo utilizar todos os tipos de helicópteros pertencentes aos esquadrões da Marinha do Brasil.

 

O HMS Ocean, agora PHM Atlântico A140

Entre os destaques do equipamento está a sua capacidade de operar com qualquer helicóptero usado pela Marinha do Brasil, e muitos dos equipamentos usados pela FAB, caso seja necessária uma integração.

Na mão do Reino Unido o equipamento é capaz de navegar com 800 oficiais a bordo, e ter 18 helicóptero em seu convés. Além disso o navio de 1995 é capaz de operar com aviões como o F-35B e o V-22 Osprey, que têm capacidades de decolagem na vertical.

Um porta-aviões é muito importante para o Brasil manter seu status de poder de defesa na ONU, e também e operações para Otan, nem todos os países contam com um porta-aviões. 

Militares relatam que o HMS Ocean também é capaz de receber aviões do modelo McDonnell Douglas AV-8B Harrier II Plus, mesmo com seu comprimento não maior do que 205 metros.

A propulsão é realizada através de dois motores a diesel, com 12 cilindros dispostos em V, pode percorrer até 13000 km com velocidade de 33 km/h. Para proteção há 4 canhões DS30M Mk.2 30mm, 3 CIWS Phalanx, 8 FN MAG e 4 Miniguns 7.62mm.

Modernos radares garantem a segurança de voo do porta-helicópteros, bem como a defesa contra ataques de submarinos.

Dimensões
O HMS “Ocean” possui as seguintes características:
•      Comprimento total: 203,43 m;
•      Deslocamento carregado: 21.578 t;
•      Velocidade máxima mantida (VMM) prevista em projeto: 18,0 nós;
•      Raio de ação: 8.000 milhas náuticas;
•      Acomodação para tropa: 806 Fuzileiros Navais; e
•      Aeronaves embarcadas: 18 helicópteros.

This post is available in: pt-brPortuguês