4º Boeing 777X voa pela primeira vez e inicia testes de voo

O quarto protótipo do Boeing 777X voou pela primeira vez no último domingo(20/09). Este é um Boeing 777-9X, que voou sobre o estado de Washington. A Boeing agora corre com todo o processo de certificação e testes do novo avião que teve atrasos devido a problemas nos motores e no design.

O objetivo da Boeing é que a aeronave esteja pronta e apta a realizar voos regulares de passageiros em 2022. Esta aeronave é a grande esperança da Boeing de retomar seus dias de gloria, e segundo a fabricante, o 777X vai ser fundamental para as companhias aéreas do mundo todo.

“Este avião, para mim, é o carro-chefe das grandes companhias aéreas do mundo”, disse a Boeing.

O Boeing 777X será o sucesso natural do icônico Boeing 747 segundo a fabricante. Apesar de não ter o mesmo design, o novo avião é mais econômico, mais eficiente e transporta praticamente a mesma quantidade de passageiros. 

O programa 777X foi lançado no ano de 2013, entretanto levou 7 anos para que a Boeing colocasse a primeira aeronave em testes. Essa aeronave é um desafiador da engenharia aeronáutica, seu tamanho, sua envergadura e principalmente o diâmetro de seus motores deram dores de cabeça para a Boeing.

Este avião é equipado com motores GE9X, que se tornaram os maiores motores a equipar um avião no mundo. Seu tamanho se equivale por exemplo a uma fuselagem de Boeing 737. O ano de 2020 teria sido ou não um bom ano para a Boeing entregar o modelo, pois no cronograma inicial esse seria o ano de entrega. 

Com pelo menos 309 pedidos para o avião, sendo a Emirates a maior cliente e a Lufthansa como cliente lançadora. A fabricante agora corre contra o tempo e ao mesmo caminha com a recertificação do 737 MAX, impedido de voar desde Março de 2019. 


Este é o momento ideal para a Boeing ajustar e testar tudo que puder no 777X. Visto que a aviação enfrenta uma crise, muitas aeronaves estão sem voar e quase a maioria são aeronaves widebody. Até 2022 ainda tem um bom caminho para tudo se encaixar e coincidir com a retomada do setor. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA